8º Rally Jalapão chega ao fim com premiação em Luís Eduardo Magalhães (BA)

Prova foi realizada de 21 a 25 de junho e percorreu 1400 quilômetros no interior da Bahia e do Tocantins, passando pelo "deserto" brasileiro. A competição é válida pelo Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country

Cristiano Batista/Robledo Nicoletti, Can-Am, são os campeões nos UTVs (Virginio Cruz/PhotoAction)

Luís Eduardo Magalhães (BA) – Após seis dias de evento, chegou ao fim neste sábado (25/6) o Rally Jalapão, uma prova respeitada por sua qualidade técnica, alta competitividade e um grid formado pelos principais nomes do esporte nacional. A edição 2022 teve quatro etapas válidas para o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country nas categorias Motos, UTVs e Carros. Na edição deste ano, 8ª da sua história, ofereceu aos competidores um traçado 60% inédito e um misto do puro cross-country, intercalando trechos velozes a outros travados, com piso predominante de areia.

Leia também: Quais são os seminovos mais procurados para compra no Brasil?

A dupla paulista formada por Marcos Baumgart e Beco Andreotti (Ford Ranger /X Rally Team #304) foi a mais rápida na categoria carros em três das quatro especiais cronometradas do certame, que cruzou o Jalapão e consagrou-se campeã na geral e na categoria T1B, com o resultado acumulado dos dias de 08h49min34seg80. Neste sábado (25), eles completaram o trecho entre São Félix e a chegada a Vila Panambí (BA) 131 quilômetros cronometrados com o tempo de 01h38min54seg4. Depois seguiram em deslocamento final para Luís Eduardo Magalhães (BA), totalizando 510 quilômetros.

Leia também: 5 dicas para descobrir se um carro usado teve a quilometragem adulterada

No geral entre as motocicletas uma reviravolta, Gabriel Bruning (Yamaha Ims Rally Team) superou Martin Duplessis (Honda) na quarta e última etapa. Gabriel garantiu o título com tempo em 08h59min39seg40, levando também o título da competição na categoria MT2. Em segundo e terceiro lugares ficaram os pilotos da Honda Racing Brasil Rally, Julio Cesar Zavatti e Martin Duplessis.

Gabriel Bruning, Yamaha #7, é o campeão nas Motos do Rally Jalapão 2022 (Claudiney Sandro/DFotos)

“A prova foi exigente todos os dias, com especiais técnicas, cansativas, mas conseguimos manter uma constância para atingir o objetivo. Estamos felizes por este resultado”, declarou Gabriel.

Na categoria UTV, os campeões foram Cristiano Batista/Robledo Nicoletti, Can-Am Maverick X3, da equipe Transmáquinas Racing. Eles concluíram a prova com a vitória no último dia e viraram o jogo no acumulado geral, somando 09h09min38seg20 e ficando 04min02s à frente de André Hort/Idali Bossi, Can-Am Maverick X3, da equipe MH Racing – F Tech, os segundos colocados.

Leia também: Por que os carros elétricos são tão caros?

“Esta foi uma prova muito difícil, conseguimos colocar em prática o que tinha de planejamento para o Rally Jalapão. Aos poucos, fomos conseguindo buscar tempo e definimos que o objetivo era terminar com todos os veículos da equipe bem e conquistar o título”, destacou o piloto Cristiano Batista (#102).

O sol e o calor não deu trégua aos inscritos – 23 motos, 59 UTVs e 10 carros -, das cinco regiões do país (Sul, Sudeste, Centro Oeste, Norte e Nordeste) e dois estrangeiros entre as motocicletas, o argentino Martin Duplessis (Honda) e o francês Adrien Metge (Yamaha). Representando 42 cidades, sendo 18 estados do país.

Leia também: Precisa trocar o filtro do ar-condicionado do carro?

O Rally Jalapão é uma realização de Arena Promoções e Eventos, tem patrocínio do C6 Bank, apoio da Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães, Prefeitura Municipal de Mateiros e Prefeitura Municipal de São Félix do Tocantins. A supervisão é da CBM – Confederação Brasileira de Motociclismo e CBA – Confederação Brasileira de Automobilismo.

Marcos Baumgart/Beco Andreotti (#304) são os campeões entre os Carros (Doni Castilho/DFotos)

RESULTADOS DO QUARTO DIA (cinco primeiros colocados):

MOTOS

1) #01 Adrien Metge, Yamaha Wr 450f, Yamaha Ims Rally Team, (1)MT1, 01h36min34seg4

2) #7 Gabriel Bruning, Yamaha Wr 450f, Yamaha Ims Rally Team, (1)MT2, 01h39min50seg1

3) #06 Julio Cesar Zavatti, Honda Crf 450 Rx, Honda Racing Brasil Rally, (2) MT2, 01h40min06seg3

4) #4 Ricardo Martins, Yamaha Wr 450f, Yamaha Ims Rally Rally Team, (2)MT1, 01h42min53seg4

5) #02 Jean Azevedo, Honda Crf 450 Rx, Honda Racing Brasil Rally, (3)MT1, 01h43min44seg6

UTVS

1) #151 Sylvio De Barros / Rafael Capoani, Polaris RZR Pro R, Bianchini Rally, (1)UT1, 01h39min43seg9

2) #102 Cristiano Batista/Robledo Nicoletti, Can-Am Maverick X3, Transmáquinas Racing, (1)UOP, 01h40min59seg8

3) #111 Tata Xavier/Neury Calado, Polaris Rzr Pro R, Pancadao Rally Team, (2)UT1, 01h41min40seg6

4) #147 Henrique Gutierrez/Fabio Zeller, Polaris Rzr Pro R Yoda Racing, (3)UT1, 01h41min43seg6

5) 06 Tomas Luza/Robson Schuinka, Can-Am Maverick X3, Cotton Racing, (1)UT2, 01h41min52seg0

Foto: (ClaudineySandro / DFotos)

CARROS

1) #304 Marcos Baumgart /Beco Andreotti, Ford Ranger, X Rally Team, (1)T1B, 01h38min54seg4

2) #346 Augusto José Montani/Valter Cardoso, Ford Ranger X Rally Team, (2)T1B, 01h39min15seg9

3) #316 Alex Buchheim/Miguel Falcao Vaz, Giaffone Buggy V8 Rmattheis, (1) OP, 01h41min44seg1

4) #362 Michel Terpins/Fabricio Bianchini, Ford Ranger X Rally Team – Bull Sertões, (3)T1B, 01h42min11seg8

5) #309 Marcos Moraes / Fabio Pedroso, Polaris Rzr Pro Xp, Mem Motorsport, (1)T4, 01h46min38seg2

RESULTADOS ACUMULADOS, APÓS QUATRO ETAPAS (cinco primeiros colocados):

MOTOS

1) #7 Gabriel Bruning, Yamaha Wr 450f, Yamaha Ims Rally Rally Team, (1)MT2, 08h59min39seg40

2) #06 Julio Cesar Zavatti, Honda Crf 450 Rx, Honda Racing Brasil Rally, (2) MT2, 09h02min17seg70

3) #21 Martin Duplessis, Honda Crf 450 Rx, Honda Racing Brasil Rally, (1)MT1, 09h05min53seg50

4) #02 Jean Azevedo, Honda Crf 450 Rx, Honda Racing Brasil Rally, (2)MT1, 09h15min33seg90

5) #5 Tulio Malta, Yamaha Wr 450f, Yamaha Ims Rally Rally Team, (3)MT2, 09h30min51seg90

Adrien Metge foi o vencedor da quarta e última etapa entre as Motos (ClaudineySandro/DFotos)

UTVS

1) #102 Cristiano Batista/Robledo Nicoletti, Can-Am Maverick X3, Transmáquinas Racing, (1)UOP, 09h09min38seg20

2) #120 André Hort/Idali Bossi, Can-Am Maverick X3, Mh Racing – F Tech, (1)UT1, 09h13min40seg80

3) #111 Tata Xavier/Neury Calado, Polaris Rzr Pro R, Pancadao Rally Team, (2)UT1, 09h14min00seg50

4) 104 Fabio Pirondi/Marcelo Ritter, Can-Am Maverick X3 Cotton Racing – Nobeltex Racing, (1)UT2, 09h18min23seg40

5) 06 Tomas Luza/Robson Schuinka, Can-Am Maverick X3, Cotton Racing, (1)UT2, 009h18min55seg40

CARROS

1) #304 Marcos Baumgart /Beco Andreotti, Ford Ranger, X Rally Team, (1)T1B, 08h49min34seg80

2) #316 Alex Buchheim/Miguel Falcao Vaz, Giaffone Buggy V8 Rmattheis, (1) OP, 09h06min27seg10

3) #346 Augusto José Montani/Valter Cardoso, Ford Ranger X Rally Team, (2)T1B, 09h07min54seg60

4) #326 Pedro Prado Filho /Josi Koerich, Ford Ranger, X Rally Team, (3)T1B, 09h42min48seg80

5) #365 Alessandro Tozoni/Cristina B. Xavier, Mitsubishi Triton Er, Faster Rally Team, (1)SPD, 10h09min07seg10

Resultados completos: http://satcron.com.br/chrono/5-jalapao/

Foto: ClaudineySandro / DFotos)

Confira a programação do Rally Jalapão 2022:

25/06 – Sábado – ETAPA 4

São Felix do Tocantins (TO) / Luís Eduardo Magalhães (BA)

08h00 – Largada

DI – 20,54 km | TE – 131 km |DF – 253,44 km

Km 229,28 da planilha Parque fechado (Vila Panambi)

20h00 – Premiação – (Território Steak House)

Av. Juscelino Kubitscheck, 2773 – Jardim Imperial, Luís Eduardo Magalhães – BA, 47850-000

Leia também:

Como trocar pneus originais por outros de medida maior?

Os pneus novos tem uma nota. Saiba decifrar as informações técnicas

Ar-condicionado de duas zonas consome o dobro de potência do motor?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo