A Voz e a Resistência Feminina em novo livro de Fábio do Vale

[Lançamento em 10.08.2021, 19h, via plataforma Zoom]

Fotos: Divulgação

Com a chancela da Editora Oyá, o eclético escritor/poeta e professor Fábio do Vale, que é mestre em Letras pela UEMS e doutorando em Estudos de Linguagens pela UFMS, lança agora novo livro: A Voz e a Resistência Feminina na obra Senhorinha Barbosa Lopes, de Samuel Medeiros”, que é fruto de sua pesquisa e dissertação de Mestrado Acadêmico em Letras – pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) – sob a orientação da professora doutora Zélia Nolasco.

Contendo 214 páginas, A Voz e a Resistência Feminina compendia três capítulos, deveras envolventes e bem elaborados: I. Senhorinha – recompondo a história; II. Senhorinha Barbosa Lopes – da realidade para a ficção; e III. Senhorinha – a Grande senhora que entrou para a história.  Esta publicação possui uma consistente apresentação de Zélia Nolasco, que, em determinados trechos, assim afirma: “Uma obra na qual o autor embrenha-se nos espaços ocupados pela literatura e pela história, campos do saber que em determinados momentos entram em conflito, mas, logo cada um restaura sua autoestima, a história mais que a literatura, e caminham juntas”. (…) “O trabalho realizado por Fábio do Vale enfatiza a importância da obra de Samuel Xavier Medeiros e a caracteriza como um novo romance histórico”. (…) “a obra proporciona ao leitor uma revisão da história convencional sobre Senhorinha e vários fatos históricos relacionados à Guerra do Paraguai, embora a guerra aqui apareça como pano de fundo”.

Explicando sobre a ideia e a inspiração para conceber este livro, que celebra a relevante proposição da temática feminina, diz o autor Fábio do Vale: “trabalhamos a obra do autor sul-mato-grossense Samuel Medeiros, Senhorinha Barbosa Lopes: uma história da resistência feminina na Guerra do Paraguai. Mesclando história e literatura, a obra nos encantou por conter largo potencial literário e histórico para que pudéssemos abordar as criticidades literárias no meu mestrado em Letras. Quanto à inspiração, tem sido assídua, claro que também pelo berço familiar: a influência do meu avô Hugo Pereira do Vale, que foi escritor e pertenceu às Academias Mato-grossense e Sul-mato-grossense de Letras. Com essa natural influência e a constante participação em atividades e eventos literários, a inspiração vem sempre da beleza da vida, do sorriso dos meus diversos alunos, da amorosidade da minha filha Manuela, e também do meu ofício de diretor de cultura na União Brasileira de Escritores – UBE/MS”.

E, arrematando estas considerações, explica ainda o autor d’A Voz e a Resistência Feminina na obra Senhorinha Barbosa Lopes: “A partir de imbricada criticidade acadêmica, pulverizamos ainda mais o contexto que traz a protagonista Senhorinha, esposa de Guia Lopes da Laguna, como uma ‘guerreira’ que desbravou a fronteira do Brasil com garra incessante na busca do direito de governar a sua fazenda após duas trágicas viuvezes. O qualitativo da obra também traz importantes espaços geográficos do Brasil com a fronteira do Paraguai, bem como a instaurada ficção em que Samuel cria uma personagem freira para que, no bojo da literatura, essa possa ser a confidente de Senhorinha, instaurando, através de enredo romanesco mais uma dosagem da literatura contemporânea brasileira”.

Após este lançamento de 10/08/2021, às 19h, em evento online via plataforma Zoom (bit.ly/fabiodovale), teremos ainda a apresentação especial do livro por ocasião da FLIP-2021 (19ª Festa Literária Internacional de Paraty – RJ), que ocorrerá em formato misto entre os dias 27/11 e 05/12 do corrente ano. Selecionada e indicada pela Editora Oyá, A Voz e a Resistência Feminina na obra Senhorinha Barbosa Lopes, de Samuel Medeiros”, obra recente de Fábio do Vale, estará na emblemática Casa Tyiwaras Tikunas, que participa da Flip. Acerca desta significativa participação, assim expressa Fábio, que reside em Campo Grande/MS: “no Brasil, a literatura é vastíssima, qualitativa e quantitativamente, o que nos faz pensar sempre na dificuldade de externar o nosso trabalho para todos os cantos do nosso Brasil-gigante. Através da Tyiwaras Tikunas, poder expor o livro na maior Festa Literária do Brasil é, primeiramente, uma grande satisfação em poder levar o meu estado de Mato Grosso do Sul para grandes centros literários, como outros autores vêm atualmente fazendo”.

________________________________________________________________________________

*Rubenio Marcelo é poeta, escritor, ensaísta e compositor, membro da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, autor de várias obras publicadas, inclusive o livro ‘Vias do Infinito Ser’: indicado para o triênio PASSE e Vestibular 2021 da UFMS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo