Restrição do instagram para divulgação de posts sobre emagrecimento é essencial para que jovens não sejam influenciados sem orientação adequada, alerta Conselho de Nutricionistas

Medida que entrou em vigor recentemente vale apenas para menores de idade

A rede social Instagram anunciou que vai limitar o alcance de publicações sobre produtos para emagrecimento e dietas, além de impor restrições destes posts para menores de idade. Segundo as novas regras, que estão em vigor em todo o mundo desde 18 de setembro, posts com promessas “milagrosas” relacionadas a dietas e produtos para perda de peso que contenham ofertas comerciais e códigos de desconto podem ser removidos da plataforma.

Para a nutricionista Lara Natacci, da Câmara Técnica do Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região SP-MS (CRN-3), a medida é positiva pois os resultados de emagrecimento obtidos por uma pessoa não podem necessariamente ser reproduzidos por outras, o que pode ocasionar riscos para a saúde. “Não existe um padrão alimentar para ser aplicado em todas as pessoas. Seguir dietas que não considerem nossas características individuais pode gerar deficiência de nutrientes, perda de massa magra e efeito sanfona, que é o fato de emagrecer, e depois voltar a engordar”, explica Lara.

Falso encantamento

Nas redes sociais como o Instagram, a imagem é muito importante e as pessoas acabam focando em um resultado estético. “Cuidar do emagrecimento olhando apenas para a imagem é um equívoco, pois a alimentação adequada é uma questão de saúde ampla que envolve mais do que o peso e medidas de circunferência da cintura”, alerta a nutricionista.

Influenciados por aquilo que encontram no Instagram, muitos jovens arriscam a saúde e copiam dietas restritivas, sem qualquer tipo de acompanhamento especializado. “Eles ignoram o fato de estarem justamente na fase onde ocorrem modificações no corpo. Nas meninas, por exemplo, há aumento da gordura corporal no período anterior à menstruação. O desejo de um corpo magro e o medo da rejeição podem estimular esse adolescente a copiar modelos de dietas das redes sociais, que podem limitar a ingestão de nutrientes importantes e necessários para a demanda de um corpo ainda em crescimento, e até tornar-se um gatilho para o desenvolvimento de transtornos alimentares”, revela a Nutricionista da Câmara Técnica do CRN-3.

Para as pessoas que desejam emagrecer, Lara orienta a busca de ajuda de um nutricionista. “Ele é o profissional qualificado para verificar estado atual de saúde, necessidades individuais e objetivos para, então, construir metas possíveis de serem alcançadas e mantidas.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo