PPG dá dicas de ouro para conservar a pintura dos veículos

Ao seguir cuidados básicos, proprietários podem prolongar a boa aparência e valorizar os automóveis

Sumaré (SP) – A conservação da pintura do veículo é um item muito importante, sobretudo quando se pensa no quanto o automóvel pode ser valorizado ao apresentar uma boa aparência. Vários fatores são fundamentais para garantir durabilidade e resistência, principalmente se o proprietário investiu na repintura.

Foto: Divulgação

De acordo com o Ricardo Vettorazzi, gerente técnico do laboratório de Repintura Automotiva da PPG, o material utilizado é o item de maior relevância pois os produtos à base de água e os de alto sólidos garantem uma longevidade superior à oferecida pelos convencionais de mercado. “No caso de veículo com repintura, existem diferenças entre os materiais utilizados. Os produtos de alto sólidos ou à base de água, que têm resistência bem próxima de uma pintura original, oferecem garantias estendidas do reparo. Há opções de qualidade inferior, que não proporcionam a mesma durabilidade”, diz o especialista.

Outro fator essencial é o conhecimento do profissional para a preparação e a aplicação dos materiais (como primers, vernizes e tintas). O ideal é que o profissional seja qualificado para fazer o melhor uso de um produto com desempenho superior. Caso ocorra algum dano na pintura do veículo, o proprietário deve procurar um profissional qualificado, que poderá avaliar e indicar o melhor processo de correção.

Ainda sobre a vida útil da pintura ou repintura, Vettorazzi afirma que uma boa maneira de preservá-la é não exagerar no polimento. Segundo ele, ao contrário do que possa parecer, a frequência do processo não ajuda na conservação, como se imagina. E ainda garante: “esse cuidado vale para veículos de todas as cores, inclusive brancos”.

Confira abaixo algumas dicas que o especialista da PPG separou para quem quer manter a boa aparência do automóvel e valorizá-lo:

  • Lave o veículo sempre à sombra, utilizando produtos automotivos específicos.
  • Use um sabão de pH neutro para evitar manchas e desgastes na pintura.
  • Lave imediatamente e com água qualquer excremento de pássaro ou seiva de árvore que tenha caído sobre a pintura do veículo.
  • Nunca utilize gasolina, álcool ou outros solventes na superfície pintada.
  • Evite, sempre que possível, estacionar em locais expostos a intempéries e resíduos industriais.
  • Em veículos repintados, evite a lavagem automática nos primeiros 30 dias após a repintura e não aplique cera nos primeiros 90 dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo