Explosões atingem Cabul e deixam mortos e feridos

Atentados a bomba ocorridos neste sábado (20) em Cabul, capital do Afeganistão, causaram a morte de pelo menos nove pessoas e deixaram mais de 20 feridos. Até o momento, nenhum grupo assumiu a autoria dos ataques.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, um dos ataques aconteceu na região central da cidade, quando um carro, carregado com explosivos, explodiu. As autoridades policiais afegãs ainda não sabem dizer se o veículo estava estacionado ou em movimento.

Ataque com carro-bomba deixa 9 mortos e 20 feridos em Cabul, capital do Afeganistão, neste sábado (20) — Foto: Mohammad Ismail/Reuters

Equipes de resgate e das Forças de Segurança foram mobilizadas e enviadas para o local, que foi isolado e cercado. Policiais estão realizando buscas na região a procura de possíveis suspeitos.

O ministro do Interior do Afeganistão, Massoud Andarabi, disse em entrevista coletiva que entre os feridos há mulheres, crianças e idosos, além de um membro do parlamento, identificado como sendo Khan Mohammad Wardak.

Agentes das Forças de Segurança do Afeganistão acreditam que Khan Mohammad Wardak possa ser o alvo do ataque. Por precaução, a segurança no Parlamento Afegão foi reforçada e o prédio foi esvaziado.

Agentes e policiais estão realizando uma minuciosa vistoria no prédio em busca de explosivos ou bombas.

Na quinta-feira (18) um ataque a bomba matou pelo menos 15 pessoas, a maioria crianças, em uma cerimônia religiosa na Província de Ghazni, Região Central do Afeganistão.

O ministro Massoud Andarabi atribuiu este ataque ao Talibã e, hoje, voltou a dizer que o ataque ocorrido hoje em Cabul foi idealizado e efetuado por insurgentes do grupo terrorista.

Massoud Andarabi disse ainda que o Talibã já causou a morte de 487 civis e deixou outros 1.049 feridos em 35 ataques suicidas. Nos últimos três meses foram 507 explosões em todo o país.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo