Guarda-Costeira dos EUA resgatam cubanos de ilha deserta nas Bahamas

A Guarda-Costeira dos Estados Unidos (EUA) resgatou na terça-feira (09), em uma ilha deserta localizada nas Bahamas, três cidadãos cubanos que conseguiram sobreviver após o naufrágio da embarcação aonde estavam. Dois homens e uma mulher foram resgatados com vida e levados a um hospital na Flórida.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, os três cubanos estavam há cerca de 33 dias no Cayo de Anguilla, uma pequena e deserta ilha.

Náufragos cubanos foram resgatados de ilha deserta nas Bahamas nesta terça-feira (09) — Foto: Guarda Costeira dos EUA/ Reprodução

Os náufragos sobreviveram na ilha se alimentando de coco verde e se protegiam das intempéries em uma tenda improvisada feita de lona.

Eles foram avistados por um helicóptero da Guarda-Costeira norte-americana que fazia um patrulhamento de rotina. Os náufragos assim que viram a aeronave, acenaram e pediram ajuda. Os agentes jogaram para eles garrafas de água potável, comida e um rádio de comunicação.

Após, eles acionaram a Guarda-Costeira, que enviou duas embarcações para a Ilha Cayo de Anguilla.

Em depoimento, os cubanos disseram que o barco aonde estavam havia afundado em decorrência do mar revolto e das fortes ondas, e que eles precisaram nadar para a ilha.

O estado de saúde dos três náufragos é considerado estável e todos apresentam apenas sinais de desnutrição e desidratação.

Com informações das Agências Associated Press e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo