Submarino francês da Primeira Guerra Mundial é encontrado na Tunísia

A embarcação naufragou em 1917, matando todos os ocupantes.

Os destroços de um submarino francês da Primeira Guerra Mundial foram encontrados no dia 21 de setembro deste ano, no Cabo Bon, no Nordeste da Tunísia. A embarcação foi localizada por mergulhadores de um clube de mergulho.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o Submarino Ariane foi afundado por um submarino alemão durante a guerra e desde então era considerado desaparecido, assim como a sua tripulação.

Submarino francês Ariane, da Primeira Guerra Mundial, foi encontrado por mergulhadores no litoral da Tunísia – Foto: Club de Plongée Ras Adar / AFP

Os restos do submarino encontram-se a uma profundidade relativa baixa, podendo ser acessada por mergulhadores profissionais, que se aventuram nos mares em busca de locais para explorar.

O diretor do Clube Ras Adar, Selim Baccar, disse em entrevista à Agência AFP, que o submarino francês foi encontrado no primeiro mergulho de uma primeira turma de exploradores e que não foram encontrados corpos ou ossadas humanas.

No primeiro mergulho, encontramos um submarino“, disse Selim Baccar.

Apesar da grande quantidade de algas que encobre parte do submarino, as escotilhas e o periscópio estão praticamente intactos. Atualmente a embarcação abriga uma colônia de mariscos e uma infinidade de peixes.

Selim Baccar consultou vários especialistas, incluindo franceses, e concluiu que se trata do Submarino Ariane, que tinha sua base em Bizerte, na época um porto francês.

Durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), os submarinos alemães devastaram o litoral da Tunísia e afundaram diversas embarcação de vários países.

Os militares alemães foram posicionados nas costas tunisianas para tentar isolar os Aliados (Reino Unido, França e Rússia), impedindo que eles pudessem abastecer suas embarcações com suprimentos vindos das colônias.

Com informações das Agências France Press e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo