Nova Toyota Hilux reestilizada estreia motor turbodiesel de 204 cv

Facelift inclui mudanças na suspensão, novo multimídia e equipamentos inéditos

As principais mudanças visuais da Toyota Hilux 2021 estão na dianteira (Foto: Divulgação)

As principais mudanças visuais da Toyota Hilux 2021 estão na dianteira (Foto: Divulgação)

Eis a nova Toyota Hilux 2021. Depois de ter sido flagrada diversas vezes, a montadora revela oficialmente o facelift da picape, que tem novo visual, motor 2.8 turbodiesel que rende 204 cv de potência e suspensão aprimorada. A reestilização chega primeiro na Ásia, já em junho de 2020, mas o Brasil também está na lista para receber a novidade.

Visual

A grande mudança de design da Hilux 2021 está na dianteira. A grade é nova e há novos faróis de LED de feixe duplo com luz diurna de LED. As lanternas, com nova assinatura de iluminação, também terão LED. O desenho das rodas é novo para todas as versões.

No interior, destaque para a tela e o painel de instrumentos, que também são novidade. A central multimídia é sensível ao toque, tem 8 polegadas e é compatível com o Apple CarPlay.

A picape foi apresentada na Tailândia, que tem a versão Rocco, algo como a configuração GR-S vendida no Brasil. Essa versão terá rodas de liga leve exclusivas e grade dianteira e interior com novos detalhes.

Toyota Hilux 2021: as lanternas têm um novo desenho interno, que lembra a forma de um “3” (Foto: Divulgação)

Toyota Hilux 2021: as lanternas têm um novo desenho interno, que lembra a forma de um “3” (Foto: Divulgação)

Suspensão

Outra mudança da nova Hilux está na suspensão. A montadora diz inclusive que o conforto e a conveniência do carro são “semelhantes a de um SUV de luxo”. A suspensão foi “amplamente” aprimorada, de acordo com a marca.

Motorização

O motor 2.8 turbodiesel da Hilux também recebeu melhorias. O propulsor agora entrega 204 cv e 50,9 kgfm entre 1.600 e 2.800 rpm. Comparado ao motor oferecido, são 27 cv e 5,1 kgfm de torque extras, o que tornará a Hilux a segunda picape diesel mais potente do Brasil, atrás apenas da Volkswagen Amarok V6. Com as mudanças, a montadora também diz que o conjunto mecânico está mais econômico.

Para quem curte um off-road, a marcha lenta foi reduzida de 850 rpm para 680 rpm para aumentar a tração em rotas fora de estrada.

No interior há um novo multimídia e painel com grafismo atualizado (Foto: Divulgação)

No interior há um novo multimídia e painel com grafismo atualizado (Foto: Divulgação)

Equipamentos

A Toyota também deixou a picape mais tecnológica e segura, com o Toyota Safety Sense. Um pacote com frenagem autônoma de emergência, controle de cruzeiro adaptativo e alerta de mudança involuntária de faixa de rodagem.

O sistema Dynamic Radar Cruise Control usa uma câmera e um radar para reconhecer se há um veículo a frente. Se houver, o sistema fará ajustes de velocidade automaticamente para manter uma distância segura entre você e o carro da frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo