Bombas da 2ª Guerra são encontradas em Dortmund, na Alemanha

Ao todo, 14 mil pessoas tiveram que deixar suas casas para a desativação do artefato explosivo

Duas bombas da época da Segunda Guerra Mundial foram encontradas esta semana na cidade de Dortmund, no Oeste da Alemanha. Elas foram desativadas neste domingo (12) em segurança.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, para que as bombas fossem desativadas em segurança, foi necessário retirar 14 mil pessoas de suas casas, devido ao alto risco de explosão.

As duas bombas pesam cerca de 259 quilos cada uma e foram lançadas na cidade de Dortmund em 1943, por aviões norte-americanos e britânicos.

Bombas da Segunda Guerra Mundial foram encontradas e desativadas em Dortmund, no Oeste da Alemanha — Foto: Associated Press

Os explosivos foram encontrados esta semana no Distrito Hospitalar da cidade, que teve que ser imediatamente esvaziado. Pacientes, funcionários, médicos e enfermeiros de dois hospitais tiveram que deixar os estabelecimentos de saúde às pressas.

Policiais alemães e equipes especializadas analisaram as duas bombas e constataram que o raio de evacuação deveria ser maior. Contêineres foram empilhados para bloquear a área e absorver possíveis ondas de explosão na região isolada.

Helicópteros da polícia sobrevoaram a região para verificar se os moradores tinham realmente deixado suas casas.

No sábado (11), centenas de pacientes e de idosos de um hospital e deum asilo, respectivamente, tiveram que ser transferidos para outros hospitais e casas de repouso. As pessoas que não tinham casa de parentes e amigos para ficar, foram levados para uma escola, que foi transformada em centro social provisório.

Cerca de 300 moradores de Dortmund aceitaram das autoridades locais ingressos gratuitos para passar horas agradáveis no zoológico da cidade, enquanto aguardavam a operação de desativação das bombas.

Contêineres foram colocadas ao redor do local onde as bombas foram localizadas em Dortmund (Alemanha), para garantir a segurança de todos caso elas explodissem — Foto: Associated Press

O Museu do Futebol de Dortmund e a principal estação ferroviária da cidade foram fechados. O serviço de transporte público foi suspenso.

As autoridades alemãs estimam que ainda possam existir no subsolo das principais cidades do país, mesmo depois de 75 anos do término da Segunda Guerra Mundial, milhares de bombas e explosivos ainda ativos, os quais podem ocasionar explosões acidentais.

Todos os anos, policiais e especialistas alemães desativam cerca de 5 mil bombas e explosivos, além de toneladas de outros tipos de munições, como granadas e minas terrestres.

Em 2015, uma bomba não detonada de 250 quilos, de origem britânica, foi encontrara e desativada próxima ao Estádio do Borussia Dortmund. Centenas de pessoas tiveram que deixar suas casas na ocasião.

Em 2017, uma bomba de 100 quilos, provavelmente lançada pelos norte-americanos, foi localizada e desativada próximo ao Aeroporto de Tegel, em Berlim, capital do país.

Em julho de 2018, uma prisão em Regensburg teve que ser fechada e todos os presos foram transferidos para outros estabelecimentos, depois que uma bomba foi localizada nas proximidades.

Em setembro do mesmo ano, 60 mil pessoas tiveram que deixar suas casas em Frankfurt, depois que uma bomba da época da Segunda Guerra foi encontrada.

Com informações das Agências France Presse, Deutsche Welle e Associated Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo