Incêndio em bar deixa 23 mortos e 13 feridos no México

Um incêndio de médias proporções atingiu na noite desta terça-feira (27) um bar localizado na cidade de Coatzacoalcos, no Estado de Veracruz, no Sul do México, causando a morte de pelo menos 23 pessoas e deixando outras 13 feridas. As causas do incêndio ainda são oficialmente desconhecidas.

De acordo com informações das principais agências internacional de notícias, o incêndio aconteceu por volta das 22h15min (horário local), no Bar “El Caballo Blanco”, que supostamente foi atacado quando estava lotado. Testemunhas relataram que houve disparos de arma de fogo e que foram lançados coquetéis molotov.

Soldados mexicanos são vistos próximo a um bar na cidade de Coatzacoalcos, no Sul do México, supostamente alvo de um ataque – Foto: Angel Hernandez/Reuters

Equipes de emergência foram mobilizadas e enviadas para o local da tragédia, que foi isolado e cercado. Os feridos foram socorridos e levados imediatamente a hospitais da região. Já os corpos das vítimas fatais foram resgatados e encaminhados ao necrotério da cidade.

A polícia de Veracruz está analisando a possibilidade de o fogo ter sido causado por narcotraficantes que atuam na região. Testemunhas disseram que o incêndio foi criminoso.

A cidade de Coatzacoalcos é palco frequente de violência provocada por narcotraficantes. O número de mortos provocados por ataques envolvendo traficantes de drogas e usuários é elevado.

Em nota, a procuradoria do Estado de Veracruz condenou o possível ataque provocado por narcotraficantes e informou que das 23 vítimas fatais, oito são mulheres e 15 são homens.

Jornais mexicanos informaram que testemunhas haviam dito a policiais que suspeitos chegaram ao local armados e segurando coquetéis molotov, os quais foram lançados dentro do bar, provocando pânico e correria.

Assim que os frequentadores deixaram o local e foram para a rua, foram feridos por disparos de arma de fogo. Um dos suspeitos estava suspostamente armado com uma metralhadora.

Familiares de funcionários do bar e dos frequentadores foram até o local para descobrir o real estado de saúde deles, mas foram impedidos de se aproximarem do bar.

O governador do Estado de Veracruz informou que o crime não ficará impune e que os moradores não toleram mais os grupos criminosos que atuam na região.

As autoridades mexicanas informaram que neste ano morreram 1.600 pessoas em decorrência da violência envolvendo os narcotraficantes.

Com informações das Agências Reuters e France Presse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo