Bomba da 2º Guerra é encontrada em Augsburg, no Sul da Alemanha

Policiais e bombeiros auxiliaram na retirada e no isolamento de Augsburg, no Sul da Alemanha, onde uma bomba foi encontrada – Foto: Tobias Hase/AFP

As autoridades alemãs iniciaram na manhã deste domingo (25/12), a evacuação de aproximadamente 54 mil pessoas que residem na cidade de Augsburg, no Sul da Alemanha, depois que uma bomba da época da Segunda Guerra Mundial foi encontrada enterrada em uma construção na região central.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, a bomba pesa aproximadamente 1,8 toneladas, e aparentemente foi lançada por aviões britânicos. O artefato explosivo foi encontrado no dia 20 de dezembro, tendo o local sido isolado e cercado.

As autoridades alemãs estavam decidindo a melhor forma de desativar o explosivo, já que sua remoção foi descartada devido ao alto risco de explosão.

A evacuação em massa dos moradores de Augsburg começou no início da manhã de hoje, tendo muitas pessoas sido pegas de surpresa. Escolas, prédios públicos, estabelecimentos comerciais e de entretenimento foram fechados.

Ambulâncias ajudam na retirada de 54 mil pessoas de suas casas em Augsburg, no Sul da Alemanha – Foto: Tobias Hase/AFP

Ao todo, trabalham na operação de evacuação, a mais importante da Alemanha desde a Segunda Guerra Mundial, 900 oficiais do Exército, policiais, bombeiros e voluntários. Hospitais, creches e asilos estão sendo esvaziados.

As autoridades alemãs definiram uma área de segurança de 1.500 metros de diâmetro ao redor do local onde encontra-se a bomba. O artefato explosivo será desarmado por policiais do esquadrão antibomba.

O prefeito de Augsburg, Kurt Gribl, pediu a população para que ajude as equipes de evacuação, e solicitou a todos que podem deixar voluntariamente suas casas, que o façam o mais rapidamente possível.

Paramédicos ajudam a retirar idosa de sua casa em Augsburg, no Sul da Alemanha – Foto: Stefan Puchner/AFP

As autoridades policiais alemãs acreditam que poderão iniciar o processo para desarmar a bomba no início da tarde de hoje, e que no período da noite todos já poderão retornar as suas respectivas casas.

Especialistas acreditam que o subsolo alemão ainda esteja cheio de bombas não detonadas lançadas por norte-americanos, ingleses e russos, mesmo após 70 anos do fim da Segunda Guerra Mundial.

Bombas da época da Segunda Guerra estão sendo encontradas porque a Alemanha é um imenso canteiro de obras. As autoridades alemãs acreditam que ainda existam no subsolo de Berlim, capital do país, cerca de 3 mil bombas não detonadas.

Com informações das Agências France Presse e Deutsche Welle

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo