Fábrica de armas explode na Bulgária e deixa 2 mortos e 5 feridos

Uma fábrica de armas explodiu na manhã desta segunda-feira (25/04) na cidade de Kanzalak, na Bulgária, causando a morte de pelo menos duas pessoas e deixando outras cinco feridas. As causas do acidente ainda são oficialmente desconhecidas, mas as autoridades locais acreditam que uma faísca pode ter causado a detonação de uma reserva de pólvora.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, a fábrica de armamentos pertence ao Grupo Arsenal, e era a única fora da Rússia (União Soviética) que fabricava os fuzis AK-47 durante a chamada ‘Guerra Fria’.

O prédio da fábrica foi parcialmente destruído e permanece interditado. A produção foi totalmente paralisada.

As autoridades búlgaras disseram que a explosão aconteceu quando dois homens trabalhavam em uma máquina, tendo uma faísca caído sobre a pólvora, detonando-a.

A fábrica em questão foi privatizada em 2011, e produz basicamente fuzis de ataque, metralhadoras e cartuchos para as Forças Armadas Búlgaras. Algumas armas, no entanto, são exportadas.

A Rússia acusa a Bulgária de continuar fabricando os fuzis AK-47 de maneira ilegal. As autoridades búlgaras contestam.

Os acidentes com vítimas fatais são comuns nas fábricas de armamentos búlgaras, onde segundo os sindicatos as condições de segurança são insuficientes.

Com informações da France Presse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo