Ataque deixa 3 pessoas feridas em Blagnac, no Sul da França

Um motorista atropelou na tarde desta sexta-feira (10/11) várias pessoas em Blagnac, no Sul da França – Foto: Reuters

Um motorista atropelou na tarde desta sexta-feira (10/11) em uma das ruas da cidade de Blagnac, próximo a Toulouse, no Sul da França, várias pessoas, deixando pelo menos três feridos. O suspeito foi detido e levado a uma delegacia de polícia, onde prestou depoimento.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o incidente aconteceu nas imediações de uma escola, e entre as vítimas há algumas crianças, que ficaram levemente feridas.

Equipes de emergência, bombeiros, paramédicos e policiais foram acionadas e imediatamente chegaram ao local, que foi isolado e cercado. Alguns pais de alunos chegaram ao colégio e ficaram esperando por horas notícias de seus filhos, que foram orientados a permaneceram dentro das salas de aula.

Somente depois que a polícia fez uma varredura na região em busca de possíveis suspeitos é que todos puderam deixar a escola, que permanece fechada por tempo indeterminado.

A Rádio France Bleu informou que entre os feridos há jovens de 22 e 23 anos, sendo que uma jovem está gravemente ferida e outros dois ficaram apenas levemente feridos. Todas as vítimas foram socorridas e levadas a hospitais da região.

O ataque ocorreu próximo a uma escola, tendo o suspeito sido preso por policiais – Foto: Reuters

Informações da emissora BFMTV revelam que o suspeito já havia sido detido anteriormente por outros delitos, mas que não estava fichado como ameaça a segurança nacional.

Exames ainda a serem realizados no suspeito irá dizer se ele possui problemas psiquiátricos ou não. O procurado Pierre-Yves Couilleau afirmou que o motorista “amadureceu” por cerca de um mês a ideia de atropelar as pessoas.

O Jornal ‘Depéche’ informou que o suspeito nasceu em 1989, e que ele possui graves problemas psiquiátricos, tendo inclusive sido diagnosticado com esquizofrenia aguda.

As autoridades francesas estão tratando o caso como incidente doméstico, mas ainda não descartaram totalmente a possibilidade de atentado terrorista.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo