Expoagro 2017: levantamento de custo será apresentado no fórum Mais Milho

Foto: Divulgação

O departamento de Economia do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS participará do evento Mais Milho, realizado nesta quinta-feira (18), às 19h, no parque de exposições João Humberto Andrade De Carvalho, durante a Expoagro 2017. O tema apresentado será “Mapeamento dos Custos de Produção de Milho em Mato Grosso do Sul”, que apontará o levantamento com custos produção, na atividade, em cinco municípios: Amambai, Dourados, Maracaju, Ponta Porã e São Gabriel do Oeste.

De acordo com o analista de economia da instituição, Luiz Eliezer, os números compõem o levantamento realizado pelo projeto de Mapeamento da Economia Agrícola, que tem objetivo de acompanhar as etapas produtivas das culturas de milho e soja do Estado. “A pesquisa inicial envolveu 11 municípios, mas, elencamos cinco para contemplar todas as regiões, no qual serão informados os seguintes dados: custos de produção e receita bruta do milho 2ª safra, custos com insumos agrícolas, rentabilidade e produtividade de nivelamento da atividade”, detalha.

Sobre o evento – o fórum Mais Milho é uma realização do Canal Rural, Abramilho – Associação Brasileira dos Produtores de Milho, Aprosoja – Associação de Produtores de Soja dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul e Aprosmat – Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso. O encontro completa a 4ª edição e tem objetivo de apresentar o mapeamento dos custos de produção, tendências de preço, manejos produtivos e utilização de tecnologias no campo.

Eliezer antecipa que demonstrará as variáveis que mais impactam no processo de plantio, como os insumos, os custos operacionais de desembolso e custo total. “Vamos mostrar a projeção de produtividade que o produtor terá nesta safra e avaliar se os resultados estão cobrindo o investimento realizado. Um exemplo positivo vem de Dourados, onde realizamos uma entrevista com o produtor, analisando 200 coeficientes técnicos e econômicos. O cruzamento das informações mostrou que a economia na compra de sementes, a ele uma relação de troca de 13 sacas de milho para cobrir o custo de uma saca de sementes com tecnologia Bt, enquanto que em outra região será preciso comercializar 21 sacas para cobrir a mesma saca de sementes”, argumenta o economista.

Números da cultura em MS – Para o milho 2ª safra 2016/2017, a estimativa da Aprosoja/MS é de que o Estado tenha área plantada de 1,8 milhão de hectares e projeção de volume de produção de 9,180 milhões de toneladas. O número estimado de produtividade é 45,5% superior ao efetivamente alcançado na 2ª safra do ano passado, quando houve quebra na produção de milho devido a questões climáticas. Em 2016, a produtividade média do Estado foi de 58,4 sc/ha.

Serviço – O Fórum Mais Milho será promovido no dia 18 de maio (quinta-feira), a partir das 19h, no Sindicato Rural de Dourados, localizado no Parque de Exposições João Humberto Andrade De Carvalho. O endereço é Rua Valério Fabiano, 100 – Jardim Alhambra. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pela internet, no portal: https://www.sympla.com.br/forum-mais-milho__137929

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo