Vida e obra de Hélio Serejo na Roda Acadêmica da ASL

Henrique, Rubenio e Ileides, Integrantes da Roda Acadêmica sobre Hélio Serejo – Fotos: Acervos Pessoais

A vida e a obra do saudoso escritor e folclorista Hélio Serejo, que também pertenceu à Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, serão abordadas no evento Roda Acadêmica deste mês da ASL, no auditório da instituição. Em programação com entrada franca, esta edição terá a participação dos escritores/acadêmicos Rubenio Marcelo, Ileides Muller e Henrique de Medeiros, que – de forma interativa – relembrarão aspectos autorais relevantes de Serejo, um dos maiores nomes da literatura estadual, que deixou cerca de 60 obras publicadas, em verso e prosa, com destaque para a cultura dos ervais.

A Roda enfocando Serejo será realizada nesta quinta-feira, dia 30, a partir das 19h30, na sede da ASL. Natural de Nioaque/MS, Hélio Serejo morou em Ponta Porã, e depois residiu por muitos anos na cidade paulista de Presidente Venceslau. Faleceu em Campo Grande, aos 95 anos de idade, em 8 de outubro de 2007. O escritor Rubenio Marcelo, que integra o evento, foi seu amigo, em aproximação fraterna e visitas especialmente a partir da época em que o Menestrel dos Ervais retornou seu domicílio a Campo Grande, em 2005.  Os escritores Henrique de Medeiros e Ileides Muller são admiradores e estudiosos da obra de Serejo.

Helio Serejo, o homenageado desta edição da Roda Acadêmica da ASL– Foto: Divulgação

Nesta Roda Acadêmica, a abordagem da peculiar linguagem serejeana será uma das bases da apresentação dos acadêmicos/participantes. Entre temas a serem enfocados, estão também assuntos que Rubenio Marcelo ouviu de Serejo, com muitas histórias regionais e nativistas. Rubenio já compôs vários poemas homenageando Serejo, e até uma música já lançada em CD (Ser Tão Serejo).

A Academia Sul-Mato-Grossense de Letras tem sede na rua 14 de Julho, 4653, nos Altos do São Francisco, em Campo Grande. A entidade é referência cultural do estado e comemorou recentemente seu Cinquentenário de fundação, ocasião em que lançou o seu Hino oficial (Luz das Letras) da autoria dos acadêmicos/compositores Rubenio Marcelo e Henrique de Medeiros. Além de outras pautas literoculturais, a ASL disponibiliza ao público, com entrada franca, a Roda Acadêmica e o Chá Acadêmico da ASL, sempre na última quinta-feira de cada mês. Maiores informações no site institucional: www.acletrasms.org.br.

Fonte: Assessoria da ASL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo