Fórum Nacional de Presidentes do Sicredi promove reflexões sobre inovação e sustentabilidade

O encontro reuniu virtualmente cerca de 130 líderes da instituição financeira cooperativa

O Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 5,5 milhões de associados e presença em 25 estados e no Distrito Federal, realizou no dia 24 de março mais um Fórum Nacional de Presidentes. O encontro – que mais uma vez ocorreu no formato híbrido – teve como objetivo promover o alinhamento estratégico com os principais líderes e debater seus projetos, com destaque para sustentabilidade e inovação, temas centrais para o planejamento do Sicredi. O evento reuniu cerca de 130 lideranças de todas as regiões do Brasil e contou com palestras dos convidados externos Carlo Pereira, da StartSe e Cristiano Kruel, do Pacto Global.

Foto: João Alves

A abertura do evento foi conduzida por Fernando Dall’Agnese, presidente do Conselho de Administração do Sicredi (SicrediPar), que destacou a importância do alinhamento nacional. “Todos os anos preparamos esses momentos com os presidentes das nossas 108 cooperativas, estabelecendo direcionamentos e construindo uma visão de futuro única. Este ano, voltamos nossa atenção para a inovação e a sustentabilidade, temas que entendemos como estratégicos para seguirmos construindo juntos uma sociedade mais próspera”, afirma Dall ‘Agnese.

Carlo Pereira, diretor executivo da Rede Brasil do Pacto Global da ONU e presidente do Conselho da Rede Regional do Pacto Global para a América Latina e Caribe, ministrou a primeira palestra do dia sobre o impacto da agenda ESG. No encontro, Carlo pontuou os desafios do desenvolvimento da Agenda 2030 no mundo dos negócios, abordando questões sociais, ambientais, econômicas e institucionais. Para o executivo, a sustentabilidade deve ser parte importante da estratégia das instituições. “O negócio do Sicredi é carregado de sustentabilidade. Estamos falando do cooperativismo de crédito, que coletivamente aborda questões importantes como apoiar o pequeno, o médio e o grande empreendedor a manter seus negócios ativos e assim contribuir com o desenvolvimento econômico daquela região e melhorar qualidade de vida da sociedade”, diz ele.

No segundo bloco do encontro, Cristiano Kruel, líder de Inovação da StartSe, falou sobre tecnologia, inovação e negócios. “As mudanças estão cada vez mais rápidas, é preciso observar os sinais. Todos nós somos tech. Inovar basicamente é ciência de aprendizagem, que precisa estar diluída em todos os setores da organização, quando estamos inovando lidamos com incertezas e mudanças constantes”.

A programação contou ainda com palestras do João Tavares, diretor presidente do Banco Cooperativo Sicredi, e Romeo Balzan, superintendente da Fundação Sicredi, que trataram sobre as estratégias de inovação e de sustentabilidade, respectivamente, a partir de uma visão interna do negócio. Outro ponto importante do evento foi a roda de conversas com os presidentes das cinco centrais do Sicredi, agregando aos temas debatidos o ponto de vista da atuação de cada região onde a instituição está presente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo