FAB intercepta avião carregado com drogas quando sobrevoava Campo Grande (MS)

Aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) interceptaram na madrugada de domingo (20) no espaço aéreo de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, uma aeronave suspeita. O piloto foi obrigado a pousar no Aeroporto Internacional.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação Social da FAB, o avião estava sem plano de voo e voava em baixa altitude, afim de evitar os radares.

Foto: PF/MS – Divulgação

No avião foram encontrados e apreendidos 465 quilos de cocaína, que estavam embalados em fardos. A droga foi avaliada em mais de R$ 11 milhões.

Em depoimento à Polícia Federal, o piloto disse ter sido ‘contratado’ para fazer o transporte do entorpecente de Mato Grosso para São Paulo.

Ainda segundo o piloto do avião monomotor, matrícula PT-EET, ele buscou a aeronave no Aeroporto de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, tendo levado o aparelho para Varginha (MG) aonde seriam realizados a manutenção do mesmo.

O suspeito informou ainda desconhecer a pessoa que o ‘contratou’, afirmando que levou a aeronave para uma fazenda em Mato Grosso, aonde foram colocadas peças agrícolas, provavelmente para encobrir o tráfico de drogas.

Ele disse não conhecer o proprietário da aeronave e da fazenda, e afirmou que foi recebido pelos operários/peões da propriedade rural, que carregaram o avião e abasteceram com combustível.

O piloto disse que realiza serviços particulares, e que por esse ‘serviço’, iria receber R$ 1 mil por hora de voo. O avião está com a documentação em dia e está no nome de um homem proprietário de uma empresa de assessoria de investimento em criptomoedas.

A aeronave e a cocaína foram apreendidas e o piloto foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

O avião permanece em um hangar e o suspeito foi encaminhado para a sede da Polícia Federal em Campo Grande (MS).

Com informações da Assessoria de Comunicação da PF/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo