PMA autua e multa fazendeira em Mundo Novo (MS) por degradação ambiental

A Polícia Militar Ambiental (PMA) em Mato Grosso do Sul divulgou na manhã desta segunda-feira (31), a informação de que policiais da corporação constataram atividade agrícola ilegal sendo realizada em uma propriedade rural no município de Iguatemi, a 414 km de distância de Campo Grande, capital do Estado.

Foto: PMA/MS – Divulgação

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da PMA/MS, os policiais ambientais de Mundo Novo foram mobilizados e enviados para a região, aonde constataram que a proprietária do imóvel estava realizando atividade agrícola sem a devida conservação de solo.

Diante dos fatos, os policiais ambientais autuaram a dona do imóvel rural e a multaram em R$ 86 mil. Além disso, ela terá que apresentar a um órgão ambiental do Estado um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA).

Os policiais militares ambientais constataram que houve vários processos erosivos do solo, como ravinas e voçorocas de dimensões variadas. Algumas delas, atingindo o lençol freático.

No local estavam sendo plantados sem planejamento agrícola a cultura de mandioca, sem que houvesse tratamento para a mitigação dos danos ambientais.

Os sedimentos da parte degradada da área agrícola na fazenda eram carreados para um curso d’água natural existente nas proximidades. A propriedade rural fica situada em Iguatemi e sua proprietária, de 77 anos, foi autuada administrativamente e multada em R$ 86.480,00.

Com informações da Assessoria de Comunicação da PMA/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo