Tornado atinge Santa Catarina e deixa um rastro de destruição

A Defesa Civil registrou diversos pontos de alagamentos em Timbó — Foto: Raquel Piske/Ascom PMT

Um tornado atingiu na manhã nesta quarta-feira (05) o município de Timbó, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, deixando para traz um rastro de destruição. Por sorte, não houve vítimas, mas os danos são consideráveis.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação Social da Defesa Civil de Santa Catarina, o tornado trouxe chuva volumosa e rajadas de vento de até 130 km/h.

Houve destelhamento de residências, estabelecimentos comerciais, prédios públicos e galpões industriais, além de alagamentos de vias públicas e edificações.

Até o momento não há registro de desabrigados, mas a Defesa Civil está percorrendo a região para detalhar os danos causados a infraestrutura da cidade e em residências.

Edificações foram destelhadas em Timbó e Taió – Foto: Defesa Civil/SC

A Diretoria de Gestão de Risco divulgou um comunicado oficial informando que a tempestade atingiu a região entre a tarde e a noite de quinta-feira (05), devido a uma frente fria que atingiu o Sul do Brasil.

Essa frente fria veio acompanhada de um calor sazonal, fator este que possibilitou a formação do tornado, o qual se dissipou totalmente logo depois.

Esta condição atmosférica favoreceu o desenvolvimento de áreas de instabilidade que ocasionaram temporais acompanhados de chuva intensa, descargas elétricas (raios), rajadas de vento e nas regiões do centro leste catarinense e o destaque para a ocorrência de um tornado no Médio Vale do Itajaí”, diz o comunicado.

O tornado também causou danos em outros dois municípios de Santa Catarina, Lontras e Taió. Em ambas as cidades houve quedas de árvores e alagamentos de ruas e avenidas.

Equipes da Prefeitura de Taió foram acionadas para cortar as árvores que caíram sobre casas e vias públicas — Foto: Prefeitura de Taió/ Reprodução

A Defesa Civil informou que os mapas meteorológicos e as imagens de satélite mostraram formações de núcleos temporais e células tornádicas entre as 16h57min e às 17h15min nas proximidades da cidade de Timbó. Nesta região observou-se a formação de uma supercélula sobre o município, com características de uma tempestade severa.

Ainda segundo a Defesa Civil, o bairro mais atingindo foi o industrial, onde houve dezenas de destelhamentos de galpões e barracões. Telhas foram arrancadas e arremessadas a quase 200 metros de distância.

Também foi registrado deslizamentos de terra, fato que provocou a interrupção no fornecimento de água potável em dezenas de residências.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Defesa Civil/SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo