“Adotando os mesmos cuidados que devemos ter com a Covid-19 podemos combater o vírus Influenza”, diz infectologista

Especialista fala sobre H3N2, significado, sintomas, infecções simultâneas e cuidados necessários

Foto: Divulgação

H3N2, o que é isso? Quais são os sintomas? Tem tratamento e cura? O que significa infecção simultânea? O que devo fazer para me proteger?

O aumento de casos de síndromes respiratórias, ocasionando o aumento de buscas por atendimento, é evidente e são muitas as perguntas a respeito desta temática. Para sanar as dúvidas, Dra. Haydée Marina do Valle Pereira, infectologista da Unimed Campo Grande, fala sobre o assunto. Confira!

H3N2 

“Influenza é gripe e existem dois tipos, A e B. O A é capaz de causar as pandemias. O vírus Influenza A tem o subtipo H3N2 e esse é o vírus que tem causado algumas epidemias”, informa a médica.

De acordo com a especialista, os sintomas são:

– Febre

– Dor muscular

– Tosses

– Coriza

– Dor de garganta

Infecções simultâneas 

A confecção é quando ocorre de dois vírus agirem juntos em uma pessoa. “As pessoas estão sendo coenfectadas por dois vírus, o SARS-CoV-2 (que ocasiona a Covid-19) e o Influenza A – subtipo H3N2, ao mesmo tempo. Pessoas com comorbidades podem evoluir para um quadro mais grave se pegarem essas doenças”, enfatiza Dra. Haydée.

Como proteger-se?  

A médica ainda alerta e reforça que para proteger-se é necessário seguir os mesmos protocolos de biossegurança que já conhecemos e usamos contra a Cocivd-19, que são:

– Uso de máscaras

– Higienização das mãos

– Distanciamento social

“Adotando os mesmos cuidados que devemos ter com a Covid-19 podemos combater o vírus Influenza. Além disso, precisamos nos cuidar. As vacinas que tomamos todo ano são preparadas com os Influenzas que foram mais comuns, portanto, não temos imunidade contra a H3N2.”, relata.

Existe tratamento? 

Conforme informações da infectologista, existe tratamento, mas vale alertar que essa doença pode, sim, evoluir para um quadro grave, que necessite de intubação e internação em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), por isso a importância de cuidar-se corretamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo