Novembro Azul: hábitos alimentares colaboram para o combate ao câncer de próstata

Nutricionista orienta quais alimentos ajudam a combater o câncer com a segunda maior incidência no Brasil

Nutricionista Cibele Câmara – Foto: Arquivo Pessoal

Cuidar bem da alimentação pode diminuir os fatores de risco de câncer e outras doenças, é o que afirma a nutricionista do Fort Atacadista em Mato Grosso do Sul, Cibele Câmara. “Uma dieta farta em alimentos in natura ou minimamente processados, como frutas, legumes, verduras, cereais integrais, feijões e outras leguminosas, e reduzida ao máximo em alimentos ultraprocessados, como aqueles prontos para consumir, bebidas açucaradas, entre outros, é capaz de prevenir o surgimento de doenças como o câncer”.

O movimento Novembro Azul surgiu na Austrália, em 2003, com o objetivo de chamar a atenção para a prevenção e o diagnóstico precoce de doenças que atingem a população masculina, principalmente o câncer de próstata. De acordo com dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), no Brasil, o carcinoma da próstata é o segundo mais comum entre os homens, ficando atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Em 2020, o país alcançou a marca de 65.840 novos casos, o que corresponde a 29,2% de todos os tumores incidentes no sexo masculino.

A melhor maneira de os homens se prevenirem da doença é manter a prática de exercícios físicos, uma alimentação balanceada e, a partir dos 45 anos de idade, consultar-se com um médico urologista para a realização de exames específicos, com a finalidade de detectar o câncer ainda nos estágios iniciais, aumentando as chances de cura.

O que evitar

A especialista em alimentação do Fort Atacadista explica que alimentos ultraprocessados possuem muitos ingredientes adicionados em sua formulação, como açúcar, sal, gordura e corantes. Também podem conter aditivos como cores e sabores artificiais ou conservantes e estabilizadores artificiais que servem para aumentar o prazo de validade. Exemplos de ultraprocessados são as refeições congeladas, os refrigerantes, os sucos em pó e em caixinhas, e ainda salgadinhos, sopas instantâneas, biscoitos e bolos industrializados, nuggets e salsichas.

Alimentos saudáveis ajudam a evitar o câncer de próstata – Foto: Divulgação

O que procurar

Alimentos ricos em:

  • Licopeno– Nutriente que age como antioxidante e inibe a proliferação de células cancerígenas. Pode ser encontrado nos tomates, cenoura, pimentão vermelho, pitanga, caqui, mamão, goiaba vermelha e melancia.
  • Selênio – Mineral com alto poder antioxidante e por isso ajuda a prevenir doenças como o câncer e a fortalecer o sistema imunológico, além de proteger contra problemas cardíacos como a aterosclerose. Pode ser encontrado na castanha-do-Pará, farinha de trigo, gema do ovo e frango.
  • Sulforafano – Considerado um dos antioxidantes mais poderosos e benéficos para o organismo. Além de inibir a ação dos radicais livres – combatendo o envelhecimento das células – ele ajuda a proteger o sistema circulatório. Pode ser encontrado em vegetais verde-escuros, como brócolis, couve, espinafre, rúcula, agrião, almeirão e chicória.
  • Isoflavonas e Polifenóis– Têm ação antioxidante, antiproliferativo e que estimula a morte programada das células, conhecida como apoptose. São encontrados no chá verde e na maior parte das frutas e dos vegetais, nos grãos de soja e no vinho tinto.

Ômega-3 – É um tipo de gordura que atua como anti-inflamatório e antioxidante e melhora a saúde das células. Está presente em peixes de águas frias como salmão, atum, truta e sardinha e em alimentos como linhaça e chia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo