Temporal atinge Campo Grande (MS) e deixa um rastro de destruição

Árvores caídas na Avenida Afonso Pena em Campo Grande (MS) – Fotos: Álvaro Barbosa

Um forte temporal atingiu Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, na tarde desta sexta-feira (15), deixando para trás um rastro de destruição. Os ventos chegaram a mais de 90 km/h e derrubaram árvores, postes de energia elétrica, placas de sinalização, outdoors e muros.

Uma idosa que caminhava pela calçada do camelódromo, no Centro de Campo Grande, quase foi levada pelas rajadas de vento. Ela foi salva por pedestres que passavam pelo local. Eles a seguraram e a levaram para um local seguro.

Já um motociclista que transitava pela Avenida Mato Grosso foi atingindo por uma árvore que caiu sobre a via pública. Ele teve apenas ferimentos leves e o veículo teve pequenas avarias.

O Corpo de Bombeiros registrou cerca de 50 árvores que caíram sobre as vias públicas de Campo Grande. Algumas vias precisaram ser interditadas para que os galhos de troncos fossem retirados.

Imagem da Rodovia BR-262, em Campo Grande (MS). A tempestade de areia encobriu parte da cidade nesta sexta-feira (15) – Foto: Álvaro Barbosa

Em alguns bairros houve quedas de árvores sobre residências, muros e vias públicas. Algumas ruas e avenida ficaram alagadas e algumas residências foram inundadas.

O temporal começou como uma tempestade de areia, que deixou o céu escuro, transformando o dia em noite. As fortes rajadas de vento assustaram os comerciantes, que rapidamente fecharam suas portas, protegendo seu patrimônio e clientes que estavam dentro das lojas.

Vários bairros ficaram sem energia elétrica e muitos comerciantes e moradores tiveram prejuízo devido ao corte de luz. Alimentos perecíveis que estavam dentro de geladeiras e freezers tiveram que ser descartados.

Também foram registrados temporais em vários municípios localizados na Região Sul do Estado. Em Dourados, os ventos atingiram os 80 km/h e a cidade ficou encoberta pela tempestade de areia.

Também foram registrados danos em prédios residenciais e públicos em Campo Grande, Dourados, Mundo Novo e Naviraí.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Defesa Civil/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo