Venda de passagens rodoviárias dobra no feriado de 7 de setembro

Dados levantados pela ClickBus mostram que o setor de turismo rodoviário vem retomando as suas atividades ao patamar pré pandemia devido ao avanço da vacinação no país

Foto: Divulgação

São Paulo (SP) – O feriado de 7 de setembro foi o primeiro após o avanço no PNI (Programa Nacional de Imunizações), que já conta com mais de 60% da população vacinada com pelo menos a primeira dose. De acordo com dados da ClickBus, maior plataforma de transações para o transporte rodoviário de ônibus no Brasil, houve um aumento de 99,9% nas vendas de passagens rodoviárias, no comparativo com o mesmo período de 2020. Se compararmos o feriado, com o de 2019 houve aumento de 37,15%, reforçando ainda mais a retomada do setor.

Ainda de acordo com a plataforma os destinos mais buscados pelos brasileiros que viajaram na data foram:

São Paulo – SP

Rio de Janeiro – RJ

Belo Horizonte – MG

Curitiba – PR

Campinas – SP

Fortaleza – CE

Santos – SP

Praia Grande – SP

Salvador – BA

Brasília – DF

Mesmo que o momento ainda seja de cautela, há uma faixa da população que após a vacinação está, aos poucos, retomando as suas atividades turísticas, lembra o CEO da ClickBus, Phillip Klien. “Desde o segundo trimestre deste ano já estamos notando sinais da retomada do setor, mas ainda seguimos com um trabalho de conscientização dos nossos clientes quanto a importância de manter os cuidados e as medidas de segurança indicadas pelos órgãos públicos para que possamos o mais rápido possível voltar aproveitar as nossas viagens com mais tranquilidade”.

Medidas de Segurança

As empresas estão atentas e seguindo as normas de limpeza e desinfecção dos veículos, do Guia Sanitário de Veículos Terrestres nº 18/2019 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); utilização de estratégias que minimizem o contato entre passageiros no veículo e entre passageiros e profissionais do setor, colocando em prática ao menos duas medidas, entre elas a adoção de e-Ticket, uso de máscaras, luvas e distribuição de álcool gel; e orientação aos viajantes sobre higienização antes de cada viagem, por meio de publicações nas redes sociais, sinalização nas rodoviárias, ou até mesmo cartilhas. Essas são as medidas mínimas para obtenção do Selo, mas muitas empresas de ônibus estão adotando várias outras medidas como marcação de fila de embarque, cabines de desinfecção, medição de temperatura, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo