Explosão atinge fábrica na Zona Oeste do Rio de Janeiro

Uma forte explosão atingiu na tarde desta terça-feira (07) a fábrica de Pastilhas Valda, no Bairro Gardênia Azul, Zona Oeste do Rio de Janeiro, deixando um rastro de destruição e ao menos cinco pessoas feridas. As causas do incidente ainda são oficialmente desconhecidas, mas já estão sendo apuradas.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do Comando Geral da Polícia Militar (CGPM), vários imóveis próximos a fábrica foram atingidos e sofreram danos. Os moradores foram aconselhados a deixarem suas casas.

Uma forte explosão atingiu nesta terça-feira (07) a fábrica das Pastilhas Valda na Gardênia Azul, Zona Oeste do Rio de Janeiro — Foto: Reprodução/TV Globo – Cortesia

Equipes de emergência foram mobilizadas e enviadas para o local. Uma extensa área próxima à fábrica precisou ser interditada. O tráfego de veículos na região foi suspenso e os motoristas tiveram que buscar rotas alternativas.

A prioridade dos paramédicos foi socorrer os feridos e levá-los para um hospital próximo. O estado de saúde das vítimas não foi informado.

O impacto da explosão derrubou o muro de um condomínio próximo e arrancou as janelas e esquadrias de alguns imóveis.

O Corpo de Bombeiros, as Polícias Civil e Militar e a Defesa Civil foram acionadas e enviadas para a região. O incêndio foi controlado e os bombeiros realizam agora o trabalho de rescaldo, afim de evitar que novos focos de fogo possam surgir no local.

Imagens aéreas mostram que a fábrica foi totalmente destruída, já que no local existem apenas escombros, entulhos e ferro retorcido.

A explosão causou danos em um prédio residencial e obrigou alguns moradores a deixarem seus apartamentos – Foto: Reprodução/TV Globo – Cortesia

Testemunhas disseram que o barulho da explosão foi forte e que imaginaram que um avião estivesse caído sobre a fábrica.

Ao menos 20 apartamentos de um edifício residencial sofreram danos sérios. Alguns moradores deixaram o prédio devido ao risco de desabamento.

A Defesa Civil e a Prefeitura informaram que não existe risco de desabamento do prédio, já que não houve danos estruturais. Mesmo assim alguns moradores deixaram o local.

O diretor da empresa informou que todos os danos serão ressarcidos e que as causas da explosão ainda estão sendo investigadas. Por ora, os funcionários desta fábrica poderão permanecer em suas respectivas casas.

Com informações da Assessoria de Comunicação do CGPM/RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo