Panasonic deixa de produzir TVs no Brasil e demite 130 trabalhadores

A decisão de fechar a fábrica em Manaus (AM) deve-se a atual conjuntura política brasileira e, sobretudo, a crise econômica que afeta o país.

A direção da Panasonic no Brasil anunciou na tarde desta quarta-feira (11) o fechamento de sua fábrica no Polo Industrial de Manaus, no Estado do Amazonas, responsável pela produção de televisores. A produção de áudio residencial também será afetada.

Foto: Divulgação

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da Empresa Panasonic, cerca de 130 trabalhadores deverão ser demitidos. As demais fábricas no país, responsáveis pela produção de geladeiras, micro-ondas, máquinas de lavar roupas, produtos automotivos e componentes eletrônicos permanecerão funcionando normalmente.

Ainda segundo a assessoria da Panasonic, a decisão de encerrar suas atividades em Manaus (AM) “segue uma estratégia global, com foco na sustentabilidade do negócio, criando uma oportunidade para outras frentes”.

Além de Manaus, a Panasonic possui fábrica de geladeiras e máquinas de lavar roupa em Extrema (MG), Pilhas, em São José dos Campos (SP) e um escritório administrativo em São Paulo.

As crises política e econômica que atualmente atingem o Brasil são responsáveis pelo fechamento de empresas e indústrias e, sobretudo, pelas demissões de centenas de trabalhadores e operários.

A fábrica da Sony em Manaus encerrou suas atividades em setembro do ano passado e a marca foi vendida à Mondial. A LG encerrou suas atividades em abril deste ano e a Canon anunciou o encerramento de suas atividades no Brasil em junho deste ano.

A montadora de veículos Ford anunciou o encerramento de suas atividades no Brasil em fevereiro, provocando pânico no mercado automobilístico.

Com informações das Agências Brasil e Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo