Fuso de 12 horas não será problema para acompanhar Jogos Olímpicos, aponta pesquisa

Levantamento da plataforma TIM Ads aponta que mais da metade dos entrevistados acompanhará competições ao vivo. TV e smartphones são os aparelhos preferidos dos que vão assistir ao evento

Um dos maiores eventos de massa do mundo e com origem que remonta à Grécia Antiga, os Jogos Olímpicos de Tóquio serão acompanhados por 66,2% dos brasileiros. O levantamento feito pela TIM, por meio da plataforma de pesquisa online TIM Ads, com 111,5 mil usuários da operadora de todo o Brasil, revela que a diferença de 12 horas do fuso horário parece não ser impedimento para manter o torcedor acordado na madrugada: um público fiel de 50,6% dos entrevistados disseram que vão acompanhar os esportes ao vivo.

Foto: Divulgação

Ainda em relação aos horários invertidos, outros 15% responderam que irão ver as gravações das competições em momentos mais convenientes. A pesquisa apontou ainda que o interesse pelo esporte em geral é maior que o de somente torcer pelo verde-e-amarelo: apenas 11,1% disseram que só acompanharão as disputas que só envolvam brasileiros. A TV é o aparelho preferido para assistir ao evento multiesportivo, citado por 60% dos participantes, seguida por smartphones, com 26,1%, computador (7,2%) e rádio (4,3%).

Destrinchando um pouco mais a pesquisa, descobre-se que 42,6% acompanharão as competições pela TV aberta, 19,1% por TVs a cabo e outro tanto pelas redes sociais. A seguir, 13,8% responderam que veriam por portais na internet e 7,9% pelos aplicativos TIM Bancas e TIM News — que surgem à frente dos serviços de streaming, preferidas por 4,8%.

Dos esportes favoritos dos brasileiros nas Olimpíadas, o futebol mantém a sua predileção. O levantamento mostra que 44,9% acompanharão a busca do bicampeonato olímpico pela seleção masculina e do ouro inédito pelo time liderado por Marta. Logo atrás, completando o pódio da preferência do público, surgem vôlei (26%) e natação (20,6%). Uma curiosidade: o interesse pelas lutas é o mesmo demonstrado pela ginástica olímpica: 18,6%.

Skate e surfe, duas modalidades que estreiam nos Jogos Olímpicos de Tóquio, serão a preferência de 14,7% e13% do público, respectivamente. À frente somente da esgrima (6,5%) e halterofilismo (4,6%), a canoagem, competição em que o Brasil conquistou quatro medalhas nos Jogos Rio 2016 e que tem o atual campeão do mundo, o mineiro Isaquias Queiroz, é a preferência de 7,7% dos entrevistados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo