Rica em nutrientes, feijoada ganha opções saudáveis e saborosas

Adaptações deixam a receita menos calórica e com muito sabor

Prato típico da culinária nacional, a feijoada é queridinha pelos brasileiros, principalmente por conta de seu sabor inconfundível. Com ingredientes tão nutritivos, para comer sem culpa a regra é dosar a quantidade ou mesmo apostar em algumas adaptações para tornar a feijoada menos calórica. Para aproveitar a previsão de uma nova frente fria chegando na capital, o Fort realiza, a partir desta quinta-feira (15), até o dia 25 de julho, nas lojas de Campo Grande, o Festival da Feijoada, com ofertas especiais para ingredientes e acompanhamentos desta iguaria.

Foto: Divulgação

A nutricionista do Fort Atacadista Glaucia Stasiak explica que o feijão preto, usado na composição desta receita, é uma das leguminosas mais relevantes na alimentação, sendo fonte de proteína vegetal, ferro, vitamina do complexo B, magnésio, potássio e fibra alimentar, que auxilia no funcionamento do intestino. Outros benefícios são a redução da absorção do colesterol e glicose pelo organismo, auxílio na regulação da pressão arterial e prevenção de anemia.

As carnes também podem ser usadas em menor quantidade, porém, a principal dica é que elas não sejam fritas e que os cortes sejam mais magros. “Uma alternativa é usar cubinhos de peito de peru ou ricota defumada nessas preparações. A costela suína também pode ser utilizada, mas o ideal é que seja retirada a gordura”, orienta a nutricionista. Outras partes do porco também são comuns na receita, contudo, são bastante calóricos, então é preciso tomar cuidado com o quanto que será colocado na preparação do prato. E para a couve, que geralmente é consumida refogada, o melhor é que seja degustada na forma in natura.

Outra alternativa também muito nutritiva e saborosa é optar por substituições. No lugar da carne, pode-se acrescentar berinjela, beterraba, cenoura ou inhame. O tofu, de acordo com a nutricionista, também ajuda a tornar a refeição cheia de sabor. “Assim, é possível reduzir consideravelmente as calorias dessa refeição, mantendo qualidade ao paladar e deixando a saúde em dia, já que se trata de uma receita menos gordurosa e com menor quantidade de sódio”, pondera.

Com tantas propriedades nutricionais importantes para a saúde humana, a feijoada tradicional também pode ser apreciada. A dica é equilibrar a quantidade a ser servida e fazer combinações saudáveis no prato, como a salada de couve, a laranja cortada em fatias, entre outras opções para harmonizar o paladar e comer sem culpa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo