Defesa Civil Nacional promove reunião de preparação para o período crítico de incêndios florestais

Encontro teve presença da Defesas Civil dos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás e do Distrito Federal

Brasília (DF) – A Defesa Civil Nacional promoveu, nesta quarta-feira (16), uma reunião virtual com órgãos estaduais e federais envolvidos na prevenção e combate a incêndios florestais em Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. O objetivo foi antecipar problemas e se preparar para a temporada crítica de queimadas na Região Centro-Oeste, que ocorre tipicamente nos meses de agosto e setembro.

Foto: IBAMA/Divulgação

Conforme previsão climática apresentada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), as chuvas no próximo trimestre, de junho a agosto, devem ser inferiores à média histórica. Por outro lado, os dados estatísticos de queimadas até o momento apresentem valores menores do que os registrados no mesmo período do ano passado.

“Nesta primeira agenda, o intuito foi principalmente obter um panorama do que se espera das informações meteorológicas e vislumbrar como os estados estão trabalhando seu planejamento”, explica o meteorologista e coordenador de Monitoramento e Alerta do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), Tiago Molina Schnorr.

Um dos temas centrais da discussão foi a necessidade de articulação entre as instituições de proteção e defesa civil, bem como a divulgação dos riscos de incêndios florestais junto à população. As defesas civis estaduais relataram sua experiência com campanhas educativas e emissão de alertas de ocorrência por mensagens de texto. Uma parte importante da estratégia dos estados é a conscientização da população acerca dos riscos, apresentando as orientações de ações de preparação e resposta.

A reunião segue uma linha de preparação e planejamento contra a ocorrência de desastres naturais e foi realizada em formato semelhante para a preparação contra as enchentes e inundações no Norte do país e na temporada de chuvas de verão no Sudeste.

Participaram do bate-papo representantes do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), da Força Nacional, do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), do Ministério da Saúde, do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), da Casa Civil e defesas civis dos estados do Centro-Oeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo