Polícia Civil do RS fecha fábrica clandestina de sabão Omo

Policiais civis do Rio Grande do Sul fecharam nesta terça-feira (11) no município de Canoas, a 25 km de distância de Porto Alegre, capital do Estado, uma fábrica clandestina especializada em falsificar produtos da Empresa Unilever, principalmente sabão Omo (líquido e em pó).

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP/RS), a empresa clandestina desmontada pela polícia copiava insumos, como garrafas e rótulos de diversos produtos, e produzia as mercadorias com outros tipos de produtos.

Foto: Polícia Civil/RS – Cortesia

Ao todo, estava sendo produzido pela falsa empresa 25 mil litros de sabão líquido por semana, os quais eram embalados nas garrafas e colocados em caixas, para serem distribuídos aos pequenos comerciantes.

Além da falsificação, a empresa não possuía autorização dos órgãos públicos competentes para funcionar e não tinha nenhuma documentação, estando, portanto, completamente irregular.

Os policiais civis que participaram da ação detiveram seis pessoas, que foram encaminhadas para a Delegacia. Para prestar esclarecimentos. Outras três pessoas foram presas em flagrante por crimes contra as relações de consumo, apropriação indevida de propriedade industrial e de marcas, estelionato e associação criminosa.

Os policiais apreenderam um caminhão, uma Van e outros dois veículos de passeio. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

Com informações da Assessoria de Comunicação da SSP/RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo