Vantagens de seguir carreira militar

Leonardo Chucrute – Foto: Divulgação

Há estudantes que ficam em dúvida sobre se devem seguir uma carreira militar ou não. Muitos estão focados em fazer uma graduação. Porém, eles se esquecem que uma coisa não anula a outra. A carreira militar é repleta de vantagens e pode oferecer estabilidade, além de uma remuneração muitas vezes melhor, do que quem optou por não seguir o militarismo.

Uma das principais vantagens é relacionada com a educação militar. As instituições militares brasileiras de ensino estão entre as melhores da América Latina, no que diz respeito a estrutura, organização e qualidade de ensino. Quem estuda nesse tipo de instituição, tem grandes chances de ter uma carreira de sucesso tanto nas forças armadas como na vida civil.

Outro benefício que vale a pena ser citado é a boa remuneração. A carreira militar possibilita construir um excelente patrimônio e é possível ingressar nas forças armadas já na adolescência, cursando o ensino médio militar. A maior parte dos concursos têm vagas para ambos os sexos. Com apenas 25 anos, é possível receber, como remuneração inicial, 4 mil reais mensais como terceiro sargento ou a partir de 7 mil reais, como oficial. Lembrando que se pode crescer na carreira e chegar até general, que é o topo da carreira, com soldo de 14 mil.

Exército Brasileiro – Foto: Exército do Brasil/Divulgação

Lembrando que existe a possibilidade de fazer diversas viagens, o que é mais uma vantagem. O Militar viaja muito. Com isso, há a possibilidade de morar em diversas cidades e regiões do país. Dependendo do posto ocupado, a pessoa pode representar o Brasil em missões internacionais. Vale ressaltar que ao final da formação pela Escola Naval, por exemplo, os guardas-marinha fazem a famosa Viagem de Ouro, em que os novos oficiais dão uma volta ao mundo durante um ano.

Não posso deixar de citar a estabilidade na profissão. Uma das vantagens de se tornar um militar de carreira é a tranquilidade de poder evoluir na sua profissão sem se preocupar em perder o emprego. Com isso, ganha-se qualidade de vida. Ao completar 30 anos de serviço, a pessoa entra em condição de reserva e pode-se chegar lá aos 55 anos. Mas lembre-se de que o trabalho nas forças armadas é duro e desgastante. Porém, é possível descansar ou se dedicar a outras atividades mais cedo do que se tivesse escolhido uma carreira civil.

*Leonardo Chucrute é diretor-geral do Colégio e Curso Progressão, Professor de matemática, ex-cadete da AFA e autor de livros didáticos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo