Fundação de Cultura realiza a 13ª Semana do Artesão com palestras e oficinas gratuitas; inscrições estão abertas

Campo Grande (MS) – A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul realiza a 13ª edição da Semana do Artesão, de 19 a 26 de março de 2021, totalmente online. A programação inclui oficinas de técnicas artesanais e palestras, tudo gratuito.

Foto: Divulgação

A Semana do Artesão é realizada anualmente pela Gerência de Desenvolvimento de Atividades Artesanais da Fundação de Cultura do Estado com o apoio das entidades representativas dos artesãos de MS e Sebrae/MS. É o principal evento de celebração do dia do artesão (19 de março) no Estado. Consiste em um momento de articulação e fortalecimento dos laços entre os profissionais do artesanato, seja individualmente ou por meio de suas entidades representativas. Através da Semana do Artesão, o poder público rende homenagens a esses profissionais às suas obras: o artesanato diverso e criativo que é uma das expressões da cultura sul-mato-grossense.

Essas comemorações sempre foram esperadas com expectativas pelos artesãos que se sentem reconhecidos, mas devido à pandemia as comemorações do ano de 2020 foram canceladas. Sabendo da importância dessa semana, mas devido a atual realidade da pandemia, adaptamos a Semana do Artesão de forma de online, uma experiência única para levar nesse momento difícil uma homenagem aos nossos artesãos, assim também gerando renda através de feira de Artesanato, capacitações para os mesmos e difundindo as técnicas artesanais através da oficina”, explica a gerente de Desenvolvimento de Atividades Artesanais da FCMS, Katienka Klain.

Para o diretor-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Gustavo de Arruda Castelo, a instituição se desdobra em esforços para apoiar os artesãos em suas atividades devido às dificuldades enfrentadas neste período de pandemia. “O ano de 2020 impôs vários desafios a todos os setores do mercado, principalmente à Cultura. Quanto ao artesanato, com ações de venda, capacitação e comercialização de peças artesanais, a FCMS se reinventou para enfrentar o isolamento social e continuar ofertando apoio aos artesãos sul-mato-grossenses“.

Na edição deste ano serão homenageadas as artesãs Elizabeth Marquês e Carmen Barcelos. As Entidades Classistas do Artesanato de MS escolheram estas artesãs pela importância e a trajetória delas no artesanato do Estado.

Elizabeth Marques é artesã genuína, desde criança já modelava o barro. Com o passar do tempo começou a esculpir e foi se desenvolvendo na arte de representar o seu entorno. Morava na fazenda em Ponta Porã; hoje produz o cavalo pantaneiro, a onça pintada, o cavaleiro guaicuru, o São Francisco pantaneiro, Santas, Fridas e outros personagens. Trabalha também com fibras do cerrado produz tecelagem, cestaria e flores em fibras de bananeira, buriti e taboa. Conhecida nacionalmente por seu trabalho regional e representativo do Brasil.

Carmen Barcelos é natural do município de Aparecida do Taboado. Faz parte da história desta cidade, bem como de todo o Estado, pelo grande trabalho educacional em que implantou em 1978 a primeira sala de alunos especiais do Ensino Regular e Segundo Grau. Sua história com a arte se mistura à infância, quando linhas, crochês e bordados criavam os sonhos e o cotidiano, partilhando histórias e enfeitando objetos do dia-a-dia. Trabalha também em atividades voluntárias em entidades filantrópicas, em associações de artesãos e igrejas.

Mais informações sobre a Semana do Artesão na Gerência de Desenvolvimento de Atividades Artesanais pelo telefone (67) 3316.9107.

Confira aqui a programação da Semana do Artesão e faça sua inscrição para as palestras e oficinas que deseja participar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo