Atentado com faca deixa cerca de 9 feridos na Suécia

Um rapaz de aproximadamente 20 anos, armado com uma faca, atacou na tarde desta quarta-feira (03) várias pessoas na região central da cidade de Vetlanda, na Suécia. Pelo menos oito pessoas ficaram feridas.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o ataque aconteceu por volta das 15h20min (horário local), na região de Bangardsgatan, quando o suspeito sacou a faca que trazia escondida na cintura e iniciou o ataque. Muitos pedestres entraram em pânico e saíram correndo.

Foto: Mikael Fritzon/AFP

As autoridades suecas classificaram o incidente como sendo um “atentado terrorista”.

Equipes de emergência foram mobilizadas e enviadas para a região, que foi isolada e cercada. Os feridos foram socorridos por paramédicos e levados para hospitais da região.

O suspeito foi localizado, desarmado e detido, tendo sido levado posteriormente para uma delegacia de polícia. As motivações do ataque ainda são oficialmente desconhecidas, mas já estão sendo apuradas.

A porta-voz da polícia, Angelica Israelsson Silfver, disse em entrevista coletiva que o suspeito é um jovem de aproximadamente 20 anos, que foi neutralizado pelos policiais e, em seguida, levado a um hospital. Após, ele foi conduzido para a delegacia de polícia.

As autoridades policiais abriram uma investigação para apurar as circunstâncias do ataque. Acredita-se que o suspeito tenha agido sozinho.

Por precaução, as autoridades isolaram a área e interromperam o tráfego de trens. Todas as lojas e estabelecimentos de entretenimento localizados nas proximidades foram fechadas.

A chefe da polícia local, Malena Grann, disse que as motivações dos ataques ainda são desconhecidas, mas que já estão sendo investigadas. A princípio as autoridades queriam classificar o incidente como sendo tentativa de homicídio, mas mudaram a classificação para ataque terrorista.

A identidade do suspeito não foi divulgada e policiais estão vistoriando a residência dele e interrogando os familiares.

O primeiro-ministro da Suécia, Stefan Löfvenn, condenou o ataque e disse que o país deve “responder essas ações terríveis com a força coletiva da sociedade”.

Somos lembrados de como nossa existência segura é frágil. Quero pedir a todos que enviem seus pensamentos às pessoas afetadas pela violência e aos homens e mulheres que trabalham na saúde, na polícia e no município que estão cuidando dos feridos e restabelecendo a segurança“, disse Stefan Löfvenn.

Com informações das Agências France Presse, Ansa e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo