Oficinas gratuitas ensinam a elaborar projetos culturais de forma prática

Ministradas on-line, aulas vão explicar o passo a passo para transformar uma ideia em um projeto competitivo

Iara Vieira, idealizadora do projeto – Crédito: Raquel de Souza

Todos os anos são lançados vários editais – municipais, estaduais e federais – de incentivo à cultura. Mas a burocracia muitas vezes assusta, e por isso surgiu o projeto “Da Ideia ao Projeto Cultural”, com oficinas on-line e gratuitas que vão ensinar a transformar uma ideia em um projeto viável e pronto para captar recursos. “O objetivo principal das oficinas é informar sobre as políticas públicas de cultura, sobre os editais, os documentos exigidos e os critérios de aprovação, para facilitar o acesso às verbas públicas destinadas à cultura e para que todos tenham oportunidades iguais”, explica Iara Vieira, idealizadora do projeto.

Financiado com recursos da Lei Aldir Blanc, por intermédio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur) e da Prefeitura Municipal de Campo Grande, o projeto “Da Ideia ao Projeto Cultural” baseia sua metodologia em uma frase de Aristóteles: “É fazendo que se aprende a fazer aquilo que se deve aprender a fazer”. Segundo Iara, o conteúdo das oficinas foi desenvolvido inspirado por esse pensamento, de aprender a fazer fazendo, por isso cada aluno vai elaborar um projeto simulado, trabalhar na ideia durante as aulas e, ao fim do curso, ter um trabalho pronto para ser inscrito em editais de fomento.

Gravação com Marcos Campelo – Crédito: Divulgação

O projeto foi dividido em duas oficinas virtuais, “Prática de elaboração de projeto cultural” e “Gestão e prestação de contas”, cada uma com duas turmas e carga horária de nove horas organizada em seis aulas. Para enriquecer ainda mais o conteúdo ministrado, haverá participações de artistas convidados de quatro vertentes da cultura sul-mato-grossense: Edson Clair (dança urbana), Luciana Fisher (música), Ciro Ferreira (contação de histórias) e Marcos Vinicius Campelo (Capoeira Angola). Cada um deles gravou vídeos contando suas experiências com projetos culturais e este material audiovisual servirá como instrumento pedagógico das oficinas. Além disso, há suporte on-line para esclarecimento de dúvidas e troca de experiências por meio de grupos em aplicativos de mensagens.

Para Iara, o público-alvo são todos os que desejam aprender a elaborar projetos, independentemente do tempo de trabalho ou da experiência. “Muitas vezes os artistas dependem desses recursos para tirar suas ideias do papel, e muitos têm ótimas ideias, projetos muito bem planejados, mas não se atentam às regras dos editais e por isso não conseguem ser aprovados”, conta. Responsável pelas aulas, ela afirma que usará sua experiência de 20 anos na área de elaboração, produção e gestão de projetos para auxiliar os alunos. “Ensinar projeto não é uma formula única, é preciso identificar onde as pessoas têm dificuldades para orientar de forma individual. Vou ensinar com meus próprios erros e acertos, para que todos possam ter independência, aprovar seus projetos e dar continuidade ao seu trabalho em prol da cultura”, finaliza.

Serviço: Mais informações sobre as ações do projeto “Da Ideia ao Projeto Cultural” pelas redes sociais, Facebook: https://www.facebook.com/Projeto-Da-Ideia-ao-Projeto-Cultural-100508918654779 e Instagram: @iaravieira.cultural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo