PMA autua e multa pecuarista por desmatamento ilegal em Porto Murtinho (MS)

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Mato Grosso do Sul divulgou na manhã desta quinta-feira (21), a informação de que policiais da corporação, lotados no município de Porto Murtinho, flagraram um desmatamento ilegal em uma fazenda da região.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da PMA/MS, o flagrante aconteceu na terça-feira (19), durante uma fiscalização de rotina.

Foto: PMA/MS – Divulgação

Segundo os dados que constam no Auto de Infração (AI), os quais foram repassados à imprensa, os policiais ambientais foram até o local e constataram o desmatamento ilegal de uma área de mata nativa. O produtor rural pretendia transformar a área em uma lavoura.

Os policiais militares mediram a área desmatada com o GPS e constatou que 2,31 hectares de mata nativa, que é uma Área de Preservação Permanente (APP), foram destruídos.

A madeira das árvores derrubadas não estava mais no local, a exceção de alguns coqueiros e arbustos. O fazendeiro, de 38 anos, reside em Guia Lopes da Laguna, mas mesmo assim ele foi autuado e multado em R$ 3 mil.

Além disso, ele responderá criminalmente pelo crime de desmatamento ilegal, ou seja, sem autorização de um órgão ambiental competente, e caso venha a ser condenado pela Justiça, poderá pegar uma pena que varia de 3 a 6 meses de prisão.

O fazendeiro também foi notificado a apresentar a um órgão ambiental de Mato Grosso do Sul um Plano de Recuperação de Área Degrada e Alterada (PRADA).

Com informações da Assessoria de Comunicação da PMA/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo