Alergias de pele: conheça as mais comuns no verão

No dia 14 de dezembro é celebrado o Dia do Médico Alergista

Campo Grande (MS) – O verão é a estação mais aguardada do ano, são dias de calor e muito sol, entretanto, é nesse período que as alergias podem se manifestar. O médico alergista é essencial na prevenção, no diagnóstico e tratamento dos problemas relacionados ao sistema imunológico.

Foto: Divulgação

As doenças alérgicas, a asma, as deficiências imunológicas congênitas, as doenças autoimunes, entre outras estão contempladas pela área. Uma doença alérgica não é uma condição momentânea, por isso a ajuda médica contribui para entender qual é a alergia e minimizar os sintomas.

A professora do curso de Medicina da Uniderp, Stella Miranda, faz um alerta sobre condições do verão que podem desencadear crises alérgicas. “A exposição ao sol e à temperatura alta pode atrair mosquitos, com isso, as picadas podem provocar crises alérgicas. Alguns produtos de cuidados pessoais, como protetores solares, cremes hidratantes, cosméticos e tecidos que compõem as roupas de banho também podem causar ou agravar alergias”, destaca. Segundo a especialista, há que se guardar cuidados também com reações alérgicas alimentares.

Na pele, a lista das doenças alérgicas mais comuns nessa época do ano são dermatite de contato, dermatite atópica, fotodermatite e urticária. Em todos os casos, o papel do alergista para tratar e acompanhar os sintomas é imprescindível. Confira as alergias mais comuns no verão:

Dermatite de contato

A doença pode provocar coceira e manchas vermelhas na pele, como bolinhas. Uma das causas da alergia de contato pode ter origem no tecido das roupas de verão, produtos de beleza e higiene pessoal. Vale sempre conferir as etiquetas das roupas, ver se são dermatologicamente testadas, pois algumas delas podem provocar alergia.

Dermatite atópica

Uma doença de pele muito comum na infância, e uma das causas de piora é o uso de hidratantes com cheiro forte, ou que não são feitos para pessoas alérgicas. A doença também pode ser exacerbada pelo uso de protetor solar inadequado ou de perfumes fortes. Ela causa manchas avermelhadas na pele, que aparecem, principalmente, no rosto, braços e pernas, mas podem, também, surgir por todo o tronco da pessoa.

Fotodermatite

É uma alergia de pele provocada pela exposição à luz solar. A doença é uma reação do sistema imunológico, e que pode ser desencadeada por vários produtos de uso na pele que quando expostos à claridade solar podem gerar reações. Ingestão de certos medicamentos seguidos da exposição solar também podem desencadear uma crise. Este tipo de alergia apresenta vários sintomas, que variam de pessoa para a pessoa. Há muitos casos em que a pele apresenta erupção e prurido, urticária, vermelhidão, manchas escuras e até inchaço. O vilão mais conhecido é o limão.

Urticária

A urticária é uma das doenças de pele que mais afeta as pessoas no verão, e é caracterizada por placas avermelhadas e espalhadas pelo corpo que causam coceira. Podemos citar o uso de determinados medicamentos, ingestão de alimentos que não fazem parte da dieta regular como fatores desencadeantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo