Tiroteio em bar deixa 5 feridos em São Francisco de Itabapoana (RJ)

Foto: WhatsApp/Cortesia

Um homem armado efetuou na noite de sábado (05) vários disparos contra uma multidão que estava em um bar lotado no município de São Francisco de Itabapoana, no Norte do Rio de Janeiro. Cinco pessoas ficaram feridas e foram levadas a um hospital da região.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do Comando Geral da Polícia Militar (CGPM), o tiroteio aconteceu por volta das 21h15min (horário de Brasília), em um bar localizado na Região de Gargaú, no Norte Fluminense. As circunstâncias e motivações do crime ainda são desconhecidas, mas já estão sendo investigadas.

Equipes das Polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas e enviadas para o local, que foi isolado.

Testemunhas disseram que o suspeito chegou ao bar em um carro, e que em seguida ele desceu e começou a atirar contra as pessoas que estavam no local. No momento da tragédia o bar estava lotado.

Durante o tiroteio houve tumulto e muitas pessoas entraram em pânico, correndo em várias direções na tentativa de escapar ilesas. Outras, no entanto, deitaram no chão e foram alvejadas.

Uma testemunha, que pediu para não ser identificada, disse que o criminoso aturou em várias direções, com o objetivo de ferir o maior número possível de pessoas.

As equipes de resgate chegaram logo em seguida e começaram a socorrer os feridos, que foram encaminhados para o Hospital Municipal Manoel Carola (HMMC). O estado de saúde delas não foi divulgado.

Logo após os disparos, o criminoso entrou novamente no carro e fugiu em alta velocidade, tomando rumo ignorado. Buscas foram realizadas na região, mas até o momento o suspeito e o veículo não foram localizados.

Uma arma que estava caída na calçada foi apreendida, mas os policiais não souberam informar se ela pertencia ao criminoso ou se era de uma das vítimas.

A ocorrência foi registrada na 147ª Delegacia de Polícia Civil de São Francisco de Itabapoana, que ficará encarregada pelas investigações.

Com informações da Assessoria de Comunicação do CGPM/RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo