Dados da Rede indicam crescimento de 12% nas vendas do varejo durante a primeira quinzena de novembro em relação a 2019

Resultados das movimentações no e-commerce, às vésperas da Black Friday, foram ainda mais expressivos no período, registrando alta de 42%

Foto: Divulgação

São Paulo (SP) – Na contagem regressiva para a Black Friday 2020, os varejistas já têm motivo para comemorar – é o que sugerem os dados da Rede, empresa de meios de pagamentos do Itaú Unibanco. Durante a primeira quinzena de novembro, as promoções associadas à data fizeram o varejo faturar 12% a mais, em relação ao mesmo período do ano passado. Já no e-commerce, os resultados foram ainda mais expressivos, quando comparados à primeira quinzena de novembro de 2019, registrando um crescimento acima dos 42%.

Com relação à quantidade de transações realizadas na primeira quinzena de novembro deste ano, o resultado se manteve praticamente estável em relação a 2019, apresentando um leve crescimento de 3%. Porém, vale destacar que o ticket médio das transações apresentou uma alta de 9%.

“Os números refletem a ótima fase do e-commerce e, também, à atual preferência por pagamentos com cartões e carteiras digitais – que, por conta da pandemia, têm sido priorizados em detrimento do dinheiro em papel que pode ampliar a possibilidade de contágio”, diz Angelo Russomanno, diretor da Rede.

Segundo o executivo, além de oferecer a possibilidade de realizar vendas online através do link de pagamento digital, a Rede tem mantido foco na oferta de soluções que ajudem os lojistas a aproveitar ao máximo as oportunidades de vendas, durante o principal período de promoções do mercado.

Dentre as condições preparadas especialmente para a Black Friday, um dos destaques é que os clientes podem solicitar máquinas adicionais com total isenção de aluguel. E, para os varejistas que faturam até R$ 30 milhões ao ano, outra grande vantagem que a Rede oferece é a possibilidade de realizar vendas no crédito rotativo e receber o valor em apenas dois dias, sem qualquer custo adicional.

Vale acrescentar que, independentemente de porte e faturamento, os clientes da Rede podem ampliar as vendas com a oferta de parcelamentos mais prolongados aos consumidores. “Sabemos que este é um dos recursos que mais estimulam os consumidores brasileiros, sendo, portanto, uma importante alavanca de vendas. Por isso, caso nossos clientes precisem de recursos imediatos, temos taxas bastantes competitivas para a antecipação dos recebíveis parcelados”, afirma o diretor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo