Sindifiscal-MS entrevista candidatos à prefeitura de Campo Grande

As entrevistas serão divulgadas nas plataformas digitais na sexta-feira (30)

Uma iniciativa inédita na história do Sindicato dos Fiscais Tributários Estaduais de MS (Sindifiscal-MS) promoveu entrevistas com 12 dos 15 candidatos à prefeitura de Campo Grande, na última semana. O objetivo foi promover um debate isento onde tanto fiscais tributários quanto seus familiares pudessem conhecer os candidatos e seus planos de governo.

Foto: Divulgação

As entrevistas aconteceram nas dependências da sede da entidade e as conversas conduzidas pelo fiscal tributário Clauber Aguiar, responsável pelo Departamento para Assuntos Parlamentares e Institucionais. A ideia era que assuntos de interesse desses profissionais como a Reforma Administrativa e a Reforma Tributária fossem abordados pelos candidatos. “Como fiscais, não podemos nos abster de algumas escolhas. Querer o melhor para nosso estado, país e município, já está intrínseco em nosso dia a dia”, destacou o presidente do Sindifiscal-MS, Francisco Carlos de Assis, o Chiquinho.

Foram entrevistados, na ordem agendada pelas respectivas assessorias, os candidatos:  Marcelo Bluma (PV), Vinicius Siqueira (PSL), Dagoberto Nogueira (PDT), Esacheu Nascimento (PP), Márcio Fernandes (MDB), Thiago Assad (PCO), Pedro Kemp (PT), Marcelo Miglioli (Solidariedade), Paulo Matos (PSC), Guto Scarpanti (Novo), Sérgio Harfouche (Avante) e Sidnéia Tobias (Podemos). João Henrique Catan (PL) preferiu não participar. Cris Duarte (PSol) não compareceu na data da entrevista e preferiu não remarcar. O atual prefeito de Campo Grande, Marcos Trad, do PSD, informou, por meio da sua assessoria, não ter agenda para estar presente e que enviaria as respostas dos questionamentos previamente encaminhados, mas a comissão técnica e a assessoria jurídica do Sindifiscal-MS entenderam que os requisitos de isonomia e igualdade de condições entre os entrevistados estariam prejudicados.

Hoje o Sindifiscal atinge mais de 1 mil famílias em Mato Grosso do Sul e conta com cerca de 1.200 filiados. A expectativa da entidade com as entrevistas é ajudá-los na escolha dos candidatos. “Nas próximas eleições vamos convidar também os candidatos ao governo estadual. O objetivo propiciar o debate em propostas que sejam exequíveis e relevantes para o crescimento dos municípios e do nosso Estado, levando melhor qualidade de vida para nossa população”, frisou o presidente.

A entidade também entregou aos candidatos uma análise técnica da economia do município contendo dados referentes sobre receitas e despesas do município, bem como um relatório sobre os efeitos da Reforma Administrativa em curso no Congresso Nacional, tudo elaborado por Fiscais Tributários que atuam nos departamentos de projetos da entidade. As informações devem ajudar o próximo prefeito a delinear pontos fortes e fracos da economia e arrecadação da capital.

As entrevistas serão disponibilizadas nos canais digitais da entidade (Facebook e YouTube), também no site www.sindifiscalms.org.br e em grupos de WhatsApp geridos pela entidade.  “Participar do processo eleitoral, tomar a frente das decisões políticas, no nosso caso, como fiscais tributários, é mais do que um direito. É praticamente parte da nossa atribuição, do nosso patriotismo. Por isso, que não nos furtamos de conversar com os candidatos à prefeitura de Campo Grande. Eleger aquele que melhor nos representa é uma forma de apontar quem vai trazer o que tanto almejamos para a sociedade sul-mato-grossense: desenvolvimento aliado a qualidade de vida da nossa população”, esclareceu Chiquinho.

Serviço:

As entrevistas estão disponíveis a qualquer pessoa. Elas podem ser acessadas a partir do dia 30 de outubro nos seguintes canais:

Site: www.sindifiscalms.org.br

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCZRrA1Fhy2R–QKporjCMRA

Facebook: https://www.facebook.com/sindifiscalms

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo