PV protocola pedido no MPE sobre suposto crime eleitoral envolvendo Prefeito Marcos Trad e secretários

O Partido Verde (PV) de Campo Grande – MS protocolou hoje (14) um pedido junto ao Ministério Público Eleitoral (MPE) cobrando providências com relação ao ato de crime eleitoral praticado por apoiadores do candidato a prefeito, bem como o próprio prefeito, Marcos Trad, da coligação “AVANÇAR E FAZER MAIS” – PATRIOTA / PSD / PC do B / PSDB / PTB / REDE / PSB / CIDADANIA / REPUBLICANOS /DEM, onde se dirigem a servidores municipais pedindo apoio na campanha em troca de benefícios institucionais.

Foto: Divulgação

O vídeo que circula nas redes sociais, deixa evidente o ânimo do candidato Marcos Trad em subverter ilicitamente as regras do processo eleitoral, colocando em sério risco o funcionamento correto com respeito à liberdade de decidir da sociedade através de ações que revelam falta de probidade da administração pública e o comprometimento com o abuso do poder.

No pedido protocolado, o PV cobra providências dos órgãos competentes em relação ao crime eleitoral praticado de chantagem em coagir os servidores municipais a fazer campanha para o candidato a prefeito.

O Partido Verde espera que seja cumprida a Lei de acordo o Art. 299 que proíbe “Dar, oferecer, prometer, solicitar ou receber, para si ou para outrem, dinheiro, dádiva, ou qualquer outra vantagem, para obter ou dar voto e para conseguir ou prometer abstenção, ainda que a oferta não seja aceita”, e também a vedação apresentada no Art. 300. “Valer-se o servidor público da sua autoridade para coagir alguém a votar ou não votar em determinado candidato ou partido”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo