Dia das Crianças: Pesquisa da ACICG revela que 76% dos empresários esperam vender mais que no ano passado

Confira como será o funcionamento do comércio no feriadão

Campo Grande (MS) – Levantamento realizado pela Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), entre os dias 14 e 30 setembro, com empresários da Capital revelou que 76% dos entrevistados esperam vender mais no Dia das Crianças. Desse percentual, 66% esperam uma alta de pelo menos 10%, e mais de 9% dos empresários avaliam que podem vender de 11% a até 50% a mais que no mesmo período de 2019.

Dia das Crianças – Foto: Divulgação

Empresários dos setores de vestuário, brinquedos, eletrônicos, calçados e outros foram ouvidos e, destes, mais de 30% pretendem fazer novas contratações. 30,19% afirmaram que pretendem contratar até cinco novos colaboradores.

A pesquisa também revelou a expectativa dos comerciantes quanto ao ticket médio dos consumidores. Enquanto 47,9% dos entrevistados preveem vendas entre R$51 e R$100, mais e 35% esperam elevar esse valor para até R$200, e cerca 10% acreditam que os consumidores gastarão acima de R$200 em suas compras.

O presidente da ACICG, Renato Paniago, explica que o Dia das Crianças está entre as cinco datas comerciais de maior movimentação no comércio e neste ano, a comemoração deve ocorrer em casa. “Muitas pesquisas mostram que esse público infantil tem forte influência na decisão do consumo familiar no dia a dia e nesse momento de celebração não são apenas os pais que investem em presente para seus filhos, mas os avós, tios e padrinhos também. As crianças foram muito impactadas pelo isolamento social e o ato de presenteá-las acaba gerando momentos de entretenimento e bem-estar em família e, ao mesmo tempo, beneficia a economia”, avalia Paniago.

A expectativa é que o maior movimento das compras deva acontecer mais próximo à data comemorativa, “mas há que se considerar que, devido à pandemia, uma parte das compras pode ter sido feita antecipadamente para evitar aglomerações, até mesmo com compras virtuais”, esclarece Paniago. O presidente da entidade empresarial ainda reforça que ao ir às compras é importante que os consumidores sigam os protocolos de segurança. “O comércio está preparado para que as vendas sejam feitas de forma segura para o cliente, respeitando as recomendações de combate ao coronavírus. É essencial, também, que o consumidor se organize para não deixar para a última hora”, complementa.

Três dúvidas sobre a abertura do comércio nas datas comemorativas

Comércio poderá abrir no feriado – De acordo com a convenção coletiva do comércio, feriados como os dos dias 11 e 12 de outubro – Divisão do Estado e Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil – quando comemora-se também o Dia das Crianças -, são pontos facultativos para o comércio da Capital. Então, é autorizada a abertura das lojas, desde que cumpram o que rege a convenção coletiva.

Requisitos para o funcionamento – As lojas que optarem por abrir as portas no feriado deverão informar até cinco dias antes ao sindicato laboral, por escrito, com protocolo, lembrando que é necessário respeitar a legislação trabalhista quanto às folgas e pagamentos. Informações sobre como proceder em relação aos colaboradores podem ser consultadas junto aos sindicatos nos telefones (67) 3348-3232 e 3201-7051.

Horário de funcionamento – O horário de atendimento ao público é definido por cada estabelecimento e, desta forma, é importante que o consumidor busque informações nos canais de atendimento das lojas que pretende visitar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo