5 dicas para acabar com a procrastinação no trabalho

Muitos são os pontos e indicadores que os gestores e setores de RH precisam ter atenção, como absenteísmo, controlar turnover, motivar funcionários, entre outros.

Porém, além de ações de engajamento vindas da empresa para maior produtividade e melhoria dos processos, é preciso esforço vindo também dos colaboradores e, uma das grandes inimigas da rotina dos indivíduos é a procrastinação no trabalho.

Foto: Shutterstock

Mesmo sabendo que adiar tarefas é contra produtivo, por vezes parece inevitável fugir dessa procrastinação.

Procrastinar é o simples ato de adiar o cumprimento de tarefas que, hora ou outra, precisam ser realizadas. Essa ação pode ser consciente ou inconscientemente e tira o foco da produtividade e dos resultados dos colaboradores.

Você sabe como acabar com a procrastinação no trabalho? Reunimos 5 dicas para você colocar em prática agora mesmo — nada de deixar para depois, hein!

  1. Organize suas tarefas e defina suas prioridades

Pode parecer um conselho muito básico, mas esse é o primeiro passo para parar de deixar as coisas para depois. Geralmente, a desorganização é grande na vida de um procrastinador e com o acúmulo de tarefas, as pessoas não sabem por onde começar e então, simplesmente não começam.

Portanto, organize o que precisa ser feito. Faça listas, utilize aplicativos, agenda, papel ou sites visuais e escreva todas as suas tarefas. Coloque o prazo de entrega de cada uma delas, assim, será mais fácil priorizar e definir ordens do que deverá ser feito.

Mais do que criar essa grande lista, é importante também programar seu dia e organizar suas tarefas e entregas, independente do tamanho e importância de cada uma delas.

  1. Evite distrações

Sabemos que, por vezes, a conversa com os amigos, a rede social ou um vídeo no Youtube parece muito mais animador e interessante do que os afazeres. Porém, o excesso de telas, aplicativos e estímulos de distração contribuem muito para a procrastinação.

Sendo assim, é preciso fugir dessas distrações. Vale a pena desativar a notificação das redes sociais, deixar o celular no silencioso, fechar a caixa de e-mail, se distanciar das pessoas e focar apenas nas entregas.

Pode parecer difícil, mas esse é um passo essencial para fazer o que deve ser feito!

  1. Valorize o cumprimento de metas

Mais do que organizar as suas tarefas, é preciso definir metas para que elas sejam cumpridas. E mais do que isso, te recompensar por tais cumprimentos.

Estabelecer metas, mesmo que pequenas, é essencial para sentir que o trabalho está andando. Tente ser o mais claro possível, não deixe as metas muito abertas e dê detalhes do que você precisa fazer.

Lembre-se que as tarefas não precisam ser extremamente complexas e grandiosas, portanto, defina subtarefas e pequenas metas diárias para que você sinta que elas são menos intensas e perceba progresso em cada uma delas.

Um dos pilares da procrastinação é a expectativa da dificuldade e tudo o que parece ser complicado demais tende a ser deixado para depois.

Não se esqueça de, depois de cumprir suas metas oferecer gratificações como elementos motivacionais. Isso pode vir com uma xícara de café, um chocolate ou uma volta para aliviar a mente. Escolha ações que sejam recompensas para te manter motivado, mas não faça delas grandes distrações!

  1. Dê pausas

Quanto mais horas de trabalhos seguidas, é natural que os profissionais percam a atenção e concentração. Por isso, é preciso fazer pausas para o bom desempenho.

Estipule horários para olhar o celular, tomar um café, trocar ideias rápidas com os colegas do trabalho e descansar. Esses momentos são cruciais para a produtividades, mas lembre-se que eles não podem ser os maiores momentos do trabalho e devem ser pausas rápidas.

  1. Deixe o perfeito para depois

É difícil de aceitar, mas realmente, muitas vezes o feito é melhor do que o perfeito. Em diversos momentos as pessoas adiam as suas atividades por acharem que o trabalho precisa ser perfeito, fazendo com que uma simples atividade se torne um grande empecilho na rotina.

É essencial trabalhar a mente para deixar o conceito de perfeição e buscar fazer o que é preciso, da melhor forma possível, mas sem essa grande pressão. A perfeição amedronta o trabalho e faz com que a procrastinação seja alta, afinal, o profissional tende a não terminar por estar insatisfeito com o resultado.

Dar o primeiro passo é preciso para se libertar da procrastinação que pode causar ansiedade, insatisfação e insegurança com o trabalho. Começar pode parecer difícil, mas ao sentir o progresso, certamente você vai entender que as tarefas eram muito mais simples do que o esperado.

Não gastar muito tempo ou energia com tarefas é necessário para produtividade, satisfação e criatividade. A procrastinação é um vício, mas é possível driblá-la!

Como você lida com a procrastinação no trabalho? Aproveite nossas dicas, faça suas listas e comece seus projetos agora mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo