Chiquinho Telles quer que Procon-MS fiscalize empresas pela prática de preços abusivos de materiais de construção

Diversas reclamações chegaram ao gabinete do líder do prefeito na Câmara Municipal, vereador Chiquinho Telles (PSD), com relação a algumas empresas de materiais de construção, principalmente àquelas localizadas em bairros mais distantes, denunciando-as pela prática de preços altos na comercialização de seus produtos.

Vereador Chiquinho Telles – Foto: Divulgação

Conforme ofício encaminhado pelo vereador Chiquinho Telles à Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), que tem como titular Marcelo Monteiro Salomão, pessoas físicas, pequenos construtores e até profissionais que trabalham em obras argumentam que, em período de três meses, determinados produtos dobraram, e alguns até triplicaram de valor. “Entre os produtos que tiveram aumento exorbitante é o mais vendido, o tijolo. Os preços subiram ‘monstruosamente’. Há 15 dias, material de construção que se encontrava em torno de R$ 500 a R$ 600, hoje está sendo vendido a R$ 900, sacrificando um setor que não parou durante a pandemia”, indignou-se.

Para Chiquinho Telles, é necessário que o Procon-MS fiscalize e verifique os motivos que levaram os comerciantes do setor da construção civil a praticarem preços tão elevados em curto espaço de tempo, visto que “sabemos que a lei da oferta e da procura é um princípio básico para determinação de preços no mercado, no entanto, aproveitar-se de momentos vividos pela população, tal como a pandemia do coronavírus, é desrespeitar o consumidor”.

Reconhecimento

Ainda durante a sessão remota desta quinta-feira (10/9), Chiquinho Telles ressaltou que a Moção de Congratulação, embora seja um singelo gesto de agradecimento, representa um reconhecimento público por parte da Câmara Municipal às pessoas que fazem muito por Campo Grande.

Segundo o Vereador, Marcelo Salomão está entre os merecedores de receber reconhecimento pelo trabalho que vem realizando frente ao Procon-MS. “Ele e toda sua equipe têm uma atuação diferenciada. O superintendente desse órgão é uma pessoa que escuta todo mundo, defendendo os consumidores, como por exemplo, contra preços abusivos dos alimentos que compõem a cesta básica”.

O Parlamentar lembrou também que, a seu pedido, o Procon-MS fiscalizou e notificou as farmácias de manipulação que estavam praticando preços abusivos de medicamento usado contra a Covid-19. “Por isso, de forma justa, apresento Moção de Congratulação a Marcelo Salomão e toda sua equipe pelo competente trabalho”, reconheceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo