Equipe Varela Can-Am Monster Energy vence todas as especiais do Rally Jalapão

52 duplas participaram da abertura do Brasileiro de Cross-Country para UTVs no Oeste da Bahia. Bruno Varela/Gustavo Bortolanza vencem a prova

Rodrigo Varela e Gunar Dums enfrentaram problemas no início da proja (Sanderson Pereira)

Em um início de temporada raramente visto, a equipe Varela Can-Am Monster Energy venceu todas as quatro especiais disputadas durante o Rally Jalapão, etapa de abertura do Campeonato Brasileiro de Rally Cross-Country, disputada entre quinta-feira e este sábado no Oeste da Bahia. Hoje (29), no dia do encerramento a dupla Gabriel Varela/Eduardo Shiga venceu a quarta e última especial ao completar os 166 quilômetros do trecho cronometrado em 1h44min35s.

O segundo e terceiro lugares neste sábado também foram da Can-Am Monster Energy, com Bruno Varela/Gustavo Bortolanza e Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin garantindo as posições para o time baseado no interior de São Paulo. Com 52 UTVs na disputa, Bruno e Bortolanza saem da prova como líderes do campeonato. Com o quarto UTV da equipe, Rodrigo Varela e Gunar Dums completaram o dia na nona colocação.
O Rally Jalapão percorreu um total de 1.231km, sendo 718km divididos em quatro especiais – a última delas neste sábado. Bruno/Bortolanza venceram a primeira e a terceira especiais, quanto Reinaldo/Gugelmin faturaram a segunda, com Gabriel/Shiga sendo os melhores na quarta e última especial da prova.

“Foi um grande resultado para a nossa equipe”, disse Reinaldo Varela, que ao lado de Gustavo Gugelmin é o atual tricampeão mundial de Rally Cross-Country na categoria UTV. “Tivemos um grid não apenas numeroso, com 52 duplas, mas também muito forte. É por isso que as duplas brasileiras são sempre competitivas no exterior. Nosso rally é de um nível muito alto”, ressaltou o piloto da equipe Can-Am Monster Energy.

Bruno/Bortolanza saltam durante especial do Jalapão (Sanderson Pereira)

Vencedor da prova, Bruno Varela disse que não teve momentos de tranquilidade. “Tivemos que forçar bastante o tempo todo. O nosso carro, um Maverick X3, aguentou bem o ritmo, pois não aliviamos em nenhum momento”, revelou. Seu irmão, Gabriel, deixa a prova com um estímulo extra: “Tivemos problemas nos dias anteriores, mas a vitória hoje, no encerramento, foi importante. Eu e o (Eduardo) Shiga mostramos que temos o ritmo pra brigar pela liderança. Vamos para a segunda etapa com esse sentimento, o que é importante”, ponderou.

Os campeões do Rally Jalapão Bruno e Bortolanza concluíram a prova após 8h08min15s, ficando 5min40s na frente de Reinaldo e Gugelmin, os segundos colocados. Rodrigo e Dums acabaram a prova na 14ª colocação, enquanto Gabriel e Shiga fecharam a maratona de três dias com o 18º lugar

A próxima etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country será o tradicional RN1500, prova que acontece no Rio Grande do Norte, e está marcado para 13 de setembro.

Do tricampeão mundial Reinaldo Varela: “Prova teve 52 inscritos e alto nível” (Sanderson Pereira)

Classificação da quarta especial do Rally Jalapão (UTVs), disputada neste sábado:

1º – Gabriel Varela/Eduardo Shiga (Can-Am Maverick X3) – 1h44min35s

2º – Bruno Varela/Gustavo Bortolanza (Can-Am Maverick X3) – 1h45min34s

3º – Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Can-Am Maverick X3) – 1h46min53s

4º – Francesco Franciosi/Ana Paula Franciosi (Can-Am Maverick X3) – 1h46min55s

5º – Denísio do Nascimento/Idali Bosse (Can-Am Maverick X3) – 1h47min17s

6º – Marlon Koerich/Rodrigo Khezam (Can-Am Maverick X3) – 1h49min01s

7º – Thiago Giaffone/Denis Ramón (Can-Am Maverick X3) – 1h49min31s

8º – Roberto Keller/Marcelo Ritter (Can-Am Maverick X3) – 1h49min31s

9º – Rodrigo Varela/Gunar Dums (Can-Am Maverick X3) – 1h50min14s

10º – Fábio Pirondi/Flávio França (Can-Am Maverick X3) – 1h50min41s

Classificação final do Rally Jalapão (UTVs):

1º – Bruno Varela/Gustavo Bortolanza (Can-Am Maverick X3) – 8h08min15s

2º – Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Can-Am Maverick X3) – 8h13min55s

3º – Aristides Mafra/Breno Rezende (Can-Am Maverick X3) – 8h25min36s

4º – Denísio do Nascimento/Idali Bosse (Can-Am Maverick X3) – 8h26min06s

5º – Francesco Franciosi/Ana Paula Franciosi (Can-Am Maverick X3) – 8min28s27s

6º – Denísio Casarini Filho/Ivo Mayer (Giaffone UTV) – 8h29min33s

7º – Gabriel Cestari/Jhonatan Ardigo (Can-Am Maverick X3) – 8h34min15s

8º – Roberto Keller/Marcelo Ritter (Can-Am Maverick X3) – 8h35min29s

9º – Tomas Luza/Robson Schuinka (Can-Am Maverick X3) – 8h38min28s

10º – Thiago Giaffone/Denis Ramón (Can-Am Maverick X3) – 8h38min41s

14º – Rodrigo Varela/Gunar Dums (Can-Am Maverick X3) – 8h47min01s

18º – Gabriel Varela/Eduardo Shiga (Can-Am Maverick X3) – 9h01min34s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo