Curso de Campanha do Podemos capacita mais de 5 mil pré-candidatos a prefeitos e vereadores

O Curso de Planejamento de Campanha do Podemos, promovido pela Fundação Podemos, ultrapassou a marca de 5 mil pré-candidatos a prefeitos e vereadores certificados. A preparação iniciou em agosto e já passou por 20 estados brasileiros.

Presidente nacional do Podemos, deputada Renata Abreu, e o secretário de Planjemaneto, Douglas Figueredo – Foto: Divulgação

Conforme o secretário nacional de Planejamento, Douglas Figueredo, até a próxima semana, o Curso terá abrangido todos o país.

A procura foi maior do que esperávamos. As salas on-line estão atingindo a capacidade máxima de lotação“, aponta Douglas Figueredo.

A preparação, totalmente gratuita, é o maior programa de planejamento de campanha do Podemos no país e objetiva capacitar os pré-candidatos para as eleições municipais, que neste ano foram transferidas de outubro para novembro, por causa da pandemia do coronavírus. Concluído o curso, os participantes terão assistência semanal em questões jurídicas, de comunicação virtual e de planejamento até o pleito eleitoral.

O programa de capacitação dura 4 horas, distribuídas em seis módulos diferentes: Concorrência Eleitoral; Elaboração do Planejamento Estratégico de uma Campanha Eleitoral; Detalhamento do Plano Estratégico; Plano Financeiro; Princípios da Estratégia Eleitoral e Erros de Candidatos no Processo Eleitoral.

Presidente nacional do Podemos, a deputada federal Renata Abreu (SP) destaca que um dos pontos mais importantes para o partido é o investimento na formação e modernização dos pré-candidatos e dirigentes.

Investimos na capacitação porque o Brasil precisa de excelência para os grandes desafios que estão por vir“, afirma Renata Abreu.

Presidente da Fundação Podemos, Ricardo Camargo acrescenta que há mais de 50 cursos on-line disponíveis para pré-candidatos do Podemos.

Em um momento atípico como o que vivemos, o preparo se torna indispensável. Investir nessa formação é contribuir para o fortalecimento da democracia e do processo eleitoral“, assinala.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo