Sede da Colônia Paraguaia, reformada com recursos da Fundação de Cultura, é entregue à população

Sede da Colônia Paraguaia em Campo Grande (MS) – Fotos: Barbosa

Campo Grande (MS) – A sede da Associação Colônia Paraguaia de Campo Grande (MS) recebeu em 2018 o valor de R$ 1.472.366,02 (um milhão, quatrocentos e setenta e dois mil, trezentos e sessenta e seis reais e dois centavos) em junho de 2018 para realizar reforma de sua sede, mais o aditivo de R$ 419.111,59 (quatrocentos e dezenove mil, cento e onze reais e cinquenta e nove centavos).

O termo de fomento entre as duas instituições recebeu inexigibilidade de chamamento público do termo de fomento considerando o serviço prestado na adoção de iniciativas públicas por meio de ações educativas, de apoio às atividades produtivas, empreendimentos culturais, deflagrando o intercâmbio de ciências, tradições e valores que enriquecem a sociedade.

A Associação Colônia Paraguaia de Campo Grande/MS, entidade sem fins lucrativos, tem sua sede localizada na Rua Ana Luiza de Souza, 668, Vila Pioneira, foi fundada em 14 de janeiro de 1973. É uma associação civil de fins não econômicos, de caráter filantrópico, assistencial, promocional, recreativo e educacional, com a finalidade de atender a todos que a ela se associem.

Sede da Colônia Paraguaia em Campo Grande (MS) – Fotos: Barbosa

A diretora-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Mara Caseiro, afirma que governador Reinaldo Azambuja e o secretário de Governo, Eduardo Riedel, sempre estiveram preocupados em manter vivas as tradições culturais do nosso Estado. “Eles sempre entenderam a necessidade desse investimento num projeto de fomento para a reforma e ampliação da colônia paraguaia, justamente porque a cultura deles está extremamente ligada à nossa cultura, tanto na língua, quanta na música, na dança, na gastronomia, enfim, nas tradições do nosso povo sul-mato-grossense”.

Mara afirmou que o secretário estadual de Administração, Carlos Alberto Assis, desde o princípio participou ativamente junto com a Fundação de Cultura nesse processo, demonstrando sempre um olhar carinhoso com a cultura e a colônia paraguaia. E que ela, enquanto diretora-presidente da Fundação de Cultura, desde sua chegada não mediu esforços com o governador Reinaldo Azambuja e o secretário Eduardo Riedel para que esta obra fosse realizada.

“Com sua estrutura de 2.500m² totalmente revitalizada, a Associação da Colônia Paraguaia de MS poderá oferecer a sua comunidade para difundir essa cultura tão enraizada no sul-mato-grossense, um espaço amplo, confortável e totalmente projetado em mais uma grande entrega do nosso governo”, pontua o ex-secretário de articulação política da capital, Carlos Alberto de Assis.

“Coincidentemente esta reforma e ampliação da colônia Paraguaia foi concluída próxima do aniversário de Campo Grande e isso nos dá muita alegria, pois sabemos da importância em oferecer ao povo campo-grandense uma estrutura de entretenimento e, também que reforça a importância das tradições dessa cultura tão presente em nossas vidas, que é a do povo paraguaio”, finaliza Mara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo