Destruição da floresta

JBS transporta gado de desmatador da Amazônia

Foto: Repórter Brasil

Uma fazenda no Mato Grosso, multada em R$ 2,2 milhões pelo Ibama por desmatamento ilegal, teria usado os serviços de transporte da JBS para transferir gado para outra propriedade ‘ficha-limpa’, que depois abastecia os frigoríficos da empresa – prática conhecida como ‘triangulação do gado’, aponta investigação conjunta da Repórter Brasil, do The Bureau of Investigative Journalism e do The Guardian.

A prática é contrária ao compromisso assumido pela JBS com o Ministério Público Federal de monitorar a cadeia de fornecedores. A participação da maior processadora de carne do mundo em ações que destroem a Amazônia já foi revelada em diversas reportagens que publicamos nos últimos anos. Nesta semana, o Nordea Asset Management — braço de investimento do maior grupo de serviços financeiros do norte da Europa — retirou a JBS de seu portfólio por motivos ambientais (em inglês).

Leia a reportagem completa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo