Cinco maneiras como a tecnologia está ajudando na luta contra o coronavírus

Startups de tecnologia estão colocando inovações de ponta a serviço dos trabalhadores da linha de frente.

A busca por soluções para barrar o avanço do coronavírus em todo o mundo envolve diversas formas de tecnologia. O site Tecno Notícias está noticiando alguns desses avanços, que impactam a sociedade de maneira decisiva em um momento delicado na história humana.

Foto: Kate Trifo

Por trás das realizações daqueles que trabalham na linha de frente da COVID-19, há muitas organizações e empreendedores fazendo o que podem para ajudar. Em todo o mundo, essas empresas estão usando tudo, desde software e robótica até boa cooperação antiquada para combater a doença.

Desde inteligência artificial na Coréia do Sul até entregas de alimentos frescos na África, aqui estão algumas das idéias brilhantes que estão sendo implantadas pela ingestão de pioneiros em tecnologia.

  1. Vendas em supermercado

Os supermercados tiveram um aumento nas vendas on-line durante a pandemia, e muitos aumentaram os serviços de pedidos e entregas digitais para lidar com isso. Mas o atendimento de pedidos on-line pode ser complicado quando a equipe é restrita e os corredores da loja estão congestionados.

A empresa de tecnologia de varejo americana Takeoff Technologies e seus “centros de micro-atendimento” cria mini-armazéns dentro dos supermercados que usam robôs para preparar os pedidos dos clientes. Isso ajuda no distanciamento social e permite que empresas locais, sem armazéns automatizados existentes, possam competir com fornecedores exclusivos do on-line – uma tendência que se espera que seja acelerada pelo COVID-19.

  1. Dinheiro seguro e rápido

Durante a pandemia, as pessoas ao redor do mundo têm se auto-isolado. Ao ficar em casa, eles dependeram dos outros para ter comida e outros itens essenciais. Mas como pagá-los? A empresa britânica de fintech Starling Bank tem uma solução: um cartão de débito que permite que uma pessoa confiável compre coisas em nome do proprietário. O “Cartão conectado” – vinculado à conta do proprietário – também elimina a necessidade de qualquer troca física de dinheiro ou cheques, fornecendo uma camada extra de proteção para uma pessoa vulnerável.

  1. Diagnóstico com IA

A empresa sul-coreana de softwares médicos Lunit desenvolve programas de inteligência artificial que podem diagnosticar doenças pulmonares por meio de imagens de raios-X. A empresa já disponibilizou seu software on-line gratuitamente. Hospitais no Brasil, assim como a Coréia do Sul, podem enviar até 20 casos por dia para diagnóstico de IA. A empresa diz que inovações como a IA têm sido um importante contribuinte para achatar a curva dos casos COVID-19 na Coréia do Sul.

  1. Comida fresca na sua casa

Empreendedores africanos criaram a Jumia, para levar produtos frescos para casas fechadas. Jumia tem um grande negócio de entrega on-line em toda a África; A Twiga Foods conecta uma rede de 17.000 agricultores no Quênia com mercados através de suas próprias casas de embalagem.

  1. Fornecedores e distribuidores interligados

Um dos maiores problemas da pandemia tem sido como garantir que o equipamento de proteção chegue para quem está trabalhando na linha de frente contra a doença.

Por isso, a empresa de comércio eletrônico Mirakl fez uma parceria com o governo francês para criar uma plataforma de balcão único, na qual fabricantes, distribuidores e subcontratados podem se comunicar por meio de pedidos de desinfetante para as mãos para uso médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo