Arara-Canindé é abandonada em terreno baldio em Nioaque (MS)

Uma Arara-Canindé (ara-ararauna) foi encontrada na tarde deste domingo (19) em um terreno baldio, em um dos bairros de Nioaque, a 181 km de distância de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul. O animal foi resgatado e encaminhado para o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS).

Foto: PMA/MS – Divulgação

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da Polícia Militar Ambiental (PMA), o animal foi localizado após a corporação ter recebido denúncias de moradores da cidade.

Acredita-se que o animal tenha sido abandonado, porque a pessoa que capturou a arara ficou com receio de ser descoberta, já que o animal produz sons altos e estridentes, característicos das araras.

A Arara-Canindé foi encontrada sem as penas, mas em bom estado de saúde. O animal foi resgatado, examinado por um veterinário e levado para o CRAS, em Campo Grande.

Veterinários, biólogos e zootecnistas do CRAS estão examinando o animal para decidir se ele pode retornar ao seu habitat natural.

As Polícias Civil e Militar Ambiental estão investigando o caso e se encontrarem o autor da captura do animal e, posterior abandono, ele responderá por crime ambiental, podendo inclusive ser condenado a prisão.

Outra possibilidade para o abandono da Arara-Canindé, pode ter sido por causa da perda das penas, que pode ter sido causada pelo próprio animal, que estressado pelo cativeiro, arrancou as penas com o próprio bico.

Em nota distribuída à imprensa, a PMA/MS informou que capturar, comercializar, manter em cativeiro ou maus-tratos a animais silvestres é crime, podendo o autor ser multado em R$ 5.000 por animal e, se condenado, cumprir uma pena de 6 meses a 1 ano de prisão.

Com informações da Assessoria de Comunicação da PMA/MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo