Barco naufraga no Rio Paraguaçu, na Bahia, e deixa 5 mortos

Uma embarcação com seis pessoas a bordo naufragou na última quinta-feira (02), no Rio Paraguaçu, município de Cabeceiras do Paraguaçu, na Bahia, causando a morte de pelo menos cinco pessoas. Os corpos das vítimas já foram resgatados pelos bombeiros.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação do Comando Geral da Polícia Militar (CGPM) da Bahia, o barco levava seis pessoas, sendo três crianças, um adolescente e dois adultos. As causas do naufrágio ainda são oficialmente desconhecidas e já estão sendo investigadas.

Foto: Corpo de Bombeiros/BA – Divulgação

Todas as vítimas são da mesma família, tendo apenas o piloto da embarcação sobrevivido ao naufrágio. Ele já foi ouvido pela polícia, mas deve prestar um novo depoimento nesta segunda-feira (06).

Informações preliminares revelam que o piloto da embarcação, de 64 anos, é pai do adolescente de 14 anos e avô das três crianças, de 5, 8 e 11 anos de idade.

Testemunhas disseram que todos voltavam da casa da bisavó, onde foram passar o dia, quando ocorreu o naufrágio. Um pescador que também estava a bordo da embarcação também morreu.

O piloto da embarcação disse que o naufrágio aconteceu depois que as hélices do motor se engancharam em plantas que se formam em rios altamente poluídos, chamadas de ‘baronesas’.

Ainda segundo o piloto, foi feita uma manobra para desviar dessas plantas, mas uma delas atingiu as hélices, fazendo o motor parar. Neste momento começou a entrar água no barco e o mesmo afundou rapidamente.

O sobrevivente nadou até à margem do rio e pediu ajuda. Outros ribeirinhos pegaram seus barcos e começaram a procurar os sobreviventes, mas infelizmente não conseguiram encontrar ninguém.

As Polícias Civil e Militar, juntamente com o Corpo de Bombeiros, foram acionadas, mas como o município não possui uma guarnição dos Bombeiros, os militares demoraram a chegar.

Mergulhadores do 13º Grupamento de Bombeiros Militar, localizado em Feira de Santana, na Bahia, chegaram ao local do naufrágio na noite de quinta-feira (2) e iniciaram as buscas por sobreviventes somente na manhã de sexta-feira (3).

Os militares do Corpo de Bombeiros informaram que a vegetação existente no fundo do Rio Paraguaçu dificultou as buscas. Os corpos das vítimas somente foram localizados na manhã deste domingo (05). Eles estavam longe do local do naufrágio.

A Marinha do Brasil apoiou as equipes de resgate e militares da corporação devem ficar responsáveis pelas investigações que irão apurar as causas do naufrágio.

Com informações da Assessoria de Comunicação do CGPM/BA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo