Ameaças, milícia e morte: a nova cara do Velho Chico

Foto: Repórter Brasil/Divulgação

Drones, helicópteros, homens desfilando em picapes com armas de grosso calibre e uma milícia rural que atua com o aval de autoridades que avançam sobre comunidades tradicionais nas margens do rio São Francisco, no norte de Minas Gerais.  A Repórter Brasil visitou 12 comunidades tradicionais de pescadores, vazanteiros e quilombolas, além de grupos que lutam pela reforma agrária na região, e mostra em quatro reportagens a violência do agronegócio que voltou a assolar camponeses que vivem às margens do rio São Francisco.

Leia a reportagem completa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo